Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Vietname

Covid-19. Detetada variante com mutações de estirpes indiana e britânica

29 mai, 2021 - 13:56 • Lusa

O ministro vietnamita da Saúde diz que a nova variante pode ser mais " mais infecciosa e resistente".

A+ / A-

Veja também:


O ministro da Saúde do Vietname, Nguyen Thanh Long, anunciou neste sábado a deteção no país de uma nova variante do vírus SARS-CoV-2 que mistura mutações originalmente detetadas na Índia e no Reino Unido.

“Mais especificamente, trata-se da variante indiana com mutações que originalmente pertencem à variante britânica”, explicou o ministro, em declarações citadas por um meio de comunicação oficial.

A nova variante foi descoberta a partir da investigação da sequência do genoma do vírus em infeções na Indochina, explicou o ministro, que afirmou que a estirpe pode ser mais infecciosa e resistente do que as variantes anteriores.

O Vietname registou a sua mais grave vaga de infeções nas últimas semanas, atingindo números recordes de novos casos diários, o que preocupa as autoridades, que até agora conseguiram conter a disseminação do novo coronavírus que provoca a doença Covid-19.

Desde o início da quarta vaga, em 27 de abril, o Vietname registou cerca de 3.600 infeções na comunidade, para um total de 6.396 casos desde o início da pandemia, que provocaram 47 mortes.

O sucesso do Vietname na contenção da disseminação do vírus não foi replicado na campanha de vacinação, que está a avançar lentamente, com pouco mais de um milhão de vietnamitas inoculados, numa população de 96 milhões.

O regime comunista de Hanói limitou-se a apontar os problemas de abastecimento do mercado internacional para justificar a lentidão na compra de vacinas.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.513.088 mortos no mundo, resultantes de mais de 168,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    29 mai, 2021 Lisboa 13:47
    6396 casos e 47 mortes desde que a pandemia começou. Portugal chegou a conseguir 3 vezes mais casos e 6 vezes mais mortes... NUM SÓ DIA. Quem diria que afinal o comunismo é eficaz no combate a pandemias. E isto não é ideologia, são factos. E podem mandar-me para o Vietname à vontade que eu ia já hoje se pudesse. Só que os vietnamitas são mais inteligentes que os portugueses e não deixam que imigrantes europeus vão para lá fazer porcaria.

Destaques V+