Tempo
|
A+ / A-

Moçambique

Cabo Delgado. Portugal condena "veementemente" ataque à vila de Palma

25 mar, 2021 - 19:43 • Redação

Em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros diz acompanhar a situação “com preocupação e em comunicação próxima com as autoridades moçambicanas”.

A+ / A-

O Governo português “condena veementemente” os múltiplos ataques levados a cabo por grupos terroristas na vila de Palma, na província de Cabo Delgado, em Moçambique.

Em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros diz acompanhar a situação “com preocupação e em comunicação próxima com as autoridades moçambicanas”.

“Reiteramos a nossa solidariedade para com as autoridades e o povo moçambicano, bem como o empenho de Portugal no reforço da cooperação com Moçambique, tanto a nível bilateral como da União Europeia, com vista a apoiar a estabilização da situação na província de Cabo Delgado”, acrescenta a nota distribuída às redações.

Esta quarta-feira, a vila de Palma foi alvo de um ataque por parte de milícias terroristas ligadas ao autodenominado Estado Islâmico, que levou à fuga em massa da população local.

Os ataques terroristas na região de Cabo Delgado, no norte de Moçambique que já duram há mais de três anos já provocaram mais de 2.000 mortos e para cima de 700 mil refugiados.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+