Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

​Covid-19 em Espanha. Vacinação em lares faz cair a pique número de novos casos

03 mar, 2021 - 11:36 • Cristina Nascimento com Lusa

Governo espanhol aperta regras para quem chega de fora para evitar a propagação da doença.

A+ / A-

Veja também:


Os contágios em lares de idosos em Espanha caíram a pique no último mês. De acordo com os dados divulgados pelo Governo e citados pelo jornal “El País”, os casos positivos caíram 95% entre 24 de janeiro e 21 de fevereiro, devido à vacinação feita, iniciada no fim de dezembro. O número de mortos também diminuiu de 673 para 157.

O jornal espanhol destaca também que em cinco comunidades – Asturias, Cantabria, Murcia, Navarra e La Rioja) – não há registo de qualquer caso de infeção na comunidade geriátrica na semana de 15 de fevereiro.

Segundo os dados mais recentes, o país registou mais 192 mortes nas últimas 24 horas atribuídas à Covid-19, passando o total de óbitos para 69.801, tendo ainda corrigido o total de contágios para 3.130.184, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

O Governo central e comunidades autónomas, que em Espanha têm autonomia na área da saúde, estão a trabalhar na redação de um documento de ações comuns para evitar a quarta vaga da pandemia, a pensar principalmente na estratégia que deve ser seguida durante a Páscoa.

O Ministério da Saúde defende prolongar durante a Semana Santa algumas das restrições em vigor, tais como a manutenção das cercas comunitárias ao nível das comunidades autónomas em março e abril, assim como outras restrições para impedir a mobilidade dos cidadãos.

Governo central e regiões querem alcançar o objetivo de reduzir a incidência acumulada dos últimos 15 dias para um valor abaixo dos 50 casos.

Espanha decidiu ainda prolongar o período de quarentena para passageiros chegados do Brasil e da África do Sul e alargou esta medida a outros dez países, incluindo Moçambique, a fim de evitar a propagação de novas variantes da Covid-19.

De acordo com a resolução do Ministério da Saúde publicada esta quarta-feira no Boletim Oficial do Estado (correspondente ao Diário da República em Portugal), a medida vai entrar em vigor às 00h00 de 8 de março por um período de 14 dias.

O período de quarentena é alargado a pessoas chegadas das repúblicas do Botswana, União das Comores, Gana, Quénia, Moçambique, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabué, Peru e Colômbia.

A quarentena será obrigatória para todos os viajantes que chegam destes países, com ou sem escalas intermédias, a qualquer aeroporto espanhol, durante os dez dias após a chegada, que serão sete no caso de o passageiro ser submetido a um teste diagnóstico de infeção aguda para despistar o vírus e este ser negativo.

Durante o período de quarentena, os viajantes devem permanecer na sua casa ou alojamento, bem como limitar o acesso a terceiros.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.539.505 mortos no mundo, resultantes de mais de 114,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria
    03 mar, 2021 Palmela 13:09
    Facam um aeoporto mini no montijo e outro mini na moita!

Destaques V+