32,08%
8 Deputados
31,11%
7 Deputados
9,79%
2 Deputados
9,07%
2 Deputados
4,26%
1 Deputados
4,12%
1 Deputados
3,76%
0 Deputados
1,22%
0 Deputados
2,62%
0 Deputados
  • Freguesias apuradas: 3092 de 3092
  • Abstenção: 63,48%
  • Votos Nulos: 0,77%
  • Votos em Branco: 1,20%

A+ / A-

Empresa de Santarém investe 13 milhões para produzir alimentos à base insetos

23 fev, 2024 - 19:08 • Lusa

Santarém será o local de instalação desta nova unidade bioindustrial, que será a maior a nível nacional e está programada para entrar em operação no início de 2026.

A+ / A-

A startup portuguesa Thunder Foods SA vai investir 13 milhões de euros na instalação da maior linha de produção de alimentos derivados de insetos em Portugal, anunciou a empresa num comunicado.

Segundo a organização, a recente injeção de capital de 7,5 milhões de euros na Thunder Foods SA, juntamente com o apoio do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), possibilitará a construção de uma unidade piloto de produção industrial de farinhas proteicas à base de insetos.

Santarém será o local de instalação desta nova unidade bioindustrial, que será a maior a nível nacional e está programada para entrar em operação no início de 2026.

A unidade terá capacidade para produzir dezenas de toneladas de produtos derivados de insetos por mês, principalmente destinados à alimentação humana.

Embora a startup admita que ideia de consumir insetos possa gerar alguma resistência, a Thunder Foods SA destaca a importância de encarar os insetos como uma alternativa "sustentável" e "nutritiva".

O crescimento da população global e as limitações da produção agrícola tradicional foram alguns dos motivos referidos pela organização para o investimento nesta nova unidade industrial, referindo que estas novas fontes nutricionais vão "mais do que substituir, somar-se às atuais".

Produtos à base de insetos já estão disponíveis em alguns supermercados portugueses, e com este investimento a empresa espera contribuir para "o crescimento do setor bioindustrial dos insetos em Portugal", "contando agora com uma capacidade financeira acrescida para o conseguir".

Esta é já a segunda empresa dedicada ao setor bioindustrial de insetos a instalar-se na cidade de Santarém, tornando "a região Ribatejana na capital deste novo setor", lê-se no comunicado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+