Tempo
|
A+ / A-

Parlamento inicia o primeiro de dois dias de debate da proposta de 0E2024

30 out, 2023 - 05:44 • Lusa

A votação na generalidade da proposta orçamental para 2024 está prevista para terça-feira. Ao início da tarde desta segunda-feira, o debate deverá começar com uma intervenção do primeiro-ministro, António Costa.

A+ / A-

O parlamento inicia o primeiro de dois dias de debate, na generalidade, da proposta de Orçamento do Estado para 2024, que tem aprovação garantida pela maioria absoluta socialista e votos contra do PSD, Chega, IL, PCP e BE.

A votação na generalidade da proposta orçamental para 2024 está prevista para terça-feira. Ao início da tarde desta segunda-feira, o debate deverá começar com uma intervenção do primeiro-ministro, António Costa.

Desde que exerce as funções de primeiro-ministro, esta será a décima vez que apresenta na Assembleia da República uma proposta de Orçamento, uma das quais -- a primeira para o ano de 2022 -- foi chumbada na generalidade, o que abriu uma crise política e provocou eleições legislativas antecipadas, que o PS venceu com maioria absoluta.

A proposta do executivo revê em alta o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2023, de 1,8% para 2,2%, e em baixa de 2,0% para 1,5%, no próximo ano.

A taxa de desemprego é revista em alta para o próximo ano, prevendo agora 6,7% em 2024, face aos anteriores 6,4%.

Quanto à inflação, o executivo está ligeiramente mais pessimista, prevendo que a taxa caia de 8,1% em 2022 para 5,3% em 2023 e 3,3% em 2024.

A proposta de lei prevê, igualmente, o melhor saldo orçamental em democracia, apontando-se 0,8% do PIB em 2023 e 0,2% em 2024.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+