Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

PRR aprovado em Bruxelas. Primeiro cheque deve chegar este mês

13 jul, 2021 - 12:15 • Redação

É o "momento-chave para lançar a recuperação económica do país", afirma o ministro das Finanças. O "primeiro cheque" pode chegar ainda este mês.

A+ / A-

O Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) português e de outros 11 países foi aprovado esta terça-feira, em Bruxelas, pelos ministros das Finanças da União Europeia.

O país recebe 2,2 mil milhões de euros numa primeira fase, assim que a Comissão Europeia celebrar o acordo de financiamento.

A chamada “bazuca europeia” disponibiliza um total de 16,6 mil milhões de euros para Portugal investir nos próximos anos.

"Vão ser investimentos muito importantes na transição verde, na transição digital, na administração pública e nas empresas, na área da saúde, da educação, da habitação e para financiar outros investimentos e a requalificação de recursos humanos nas empresas", disse o ministro das Finanças, João Leão, em conferência de imprensa.

Para o ministro, as verbas do PRR chegam "num momento ideal e chave para Portugal", em plena fase de transição após a emergência devido aos efeitos da pandemia de Covid-19.

"Agora nesta fase, com a vacinação a avançar muito depressa, estamos num momento-chave para lançar a recuperação económica do país", sublinha João Leão.

O "primeiro cheque" com verbas europeias deve começar a chegar a Portugal "nas próximas semanas, possivelmente ainda este mês", prevê o ministro das Finanças.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+