Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Pandemia de Covid-19

Maio à vista com retoma de alguma normalidade. O que abre e quando e o que fica fechado

30 abr, 2020 - 01:06 • Cristina Nascimento

Lojas reabrem em maio, mas data de reabertura depende da sua dimensão. Quase todos os setores de atividade terão de obedecer a novas regras de funcionamento. Esta quinta-feira, Governo anuncia primeiros prazos para o desconfinamento.

A+ / A-

Veja também:


O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, dizia há algumas semanas que os portugueses tinham uma oportunidade de ganhar maio em abril. Pelas indicações que surgiram nos últimos dias, assim vai acontecer.

Depois de um fim de semana que será de fortes restrições de circulação, na próxima segunda-feira, 4 de maio, começa o futuro da economia pós-Covid-19.

A reabertura de espaços comerciais e serviços será feita de forma gradual, a cada 15 dias, e o primeiro-ministro, António Costa, já avisou que, se começar a registar-se uma segunda vaga da pandemia, o Governo não hesitará em voltar atrás nas decisões.

Este é o calendário e as informações já conhecidas sobre o que reabre (e o que não reabre) e em que condições o farão. Os prazos finais serão decididos em Conselho de Ministros e comunicados ao país esta quinta-feira.

4 de maio - reabre o pequeno comércio de rua, cabeleireiros, barbeiros, stands automóveis, livrarias, desportos individuais, repartições de finanças; a medida a aplicar na próxima segunda-feira abrange lojas e espaços comerciais com menos de 200 metros quadrados.

18 de maio – é neste dia que as creches deverão começar a reabrir (ainda que com limites) e que as aulas presenciais dos 11.º e 12.º anos serão retomadas. Também reabrirão restaurantes, cafés e pastelarias, estabelecimentos comerciais com 400 metros quadrados e alguns espaços culturais de espetáculos.

1 de junho – reabrem as restantes lojas e retoma-se o ensino pré-escolar e atividades de tempos livres (ATL), bem como os centros comerciais.

Sem data para reabrir – Bares, discotecas, ginásios e similares

POR SETOR

Creches, escolas e universidades

Lojas e estabelecimentos comerciais

  • os mais pequenos – até 200 metros quadrados e com porta para a rua – reabrem a 4 de maio.
  • Cabeleireiros, barbeiros e esteticistas também reabrem a 4 de maio, só com metade da capacidade e mediante marcação.
  • as maiores – entre 200 e 400 metros quadrados – reabrem a 18 de maio.
  • Centro comerciais e restante comércio reabrem a 1 de junho.

Cafés e restaurantes

  • Abrem a partir de 18 de maio, mas só poderão receber metade da capacidade do seu estabelecimento.
  • Para já ainda não são conhecidas as medidas de segurança e higiene a que terão de obedecer, embora o setor já tenha avançado com algumas propostas.

Administração Pública

  • Repartições de finanças devem reabrir já a 4 de maio. Outros serviços de atendimento ao público ainda não se sabe quando vão ser retomados.
  • termina à suspensão de prazos procedimentais e processuais;
  • Nas Lojas do Cidadão e nos Espaços do Cidadão serão instaladas barreiras em acrílico a separar utentes de funcionários;

Missas

Bares, estabelecimentos de diversão noturna

Atividades desportivas

  • Também os ginásios continuarão encerrados até ao final de maio, podendo eventualmente reabrir na terceira fase de desconfinamento.
  • Spas também continuam fechados, sem data para reabrir.
  • Desportos individuas, como golfe, podem ser retomados a 4 de maio, mas sem que os participantes possam usar os balneários das instalações desportivas.

Cinemas

Praias

Competições desportivas

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • usa_mascara
    30 abr, 2020 10:04
    coronavirus quer malta toda na rua viva 1 de maio dia de quem trabalha

Destaques V+