JMJ. Honras militares ao Papa Francisco condicionam trânsito em Belém

01 ago, 2023 - 17:25 • Salomé Esteves (mapa) Lusa

Mais de uma dezena de vias serão cortadas ao trânsito na quarta-feira, durante a deslocação do Papa ao Centro Cultural de Belém e ao Mosteiro dos Jerónimos.

A+ / A-

Mais de uma dezena de vias serão cortadas ao trânsito na zona de Belém na quarta-feira, data em que serão prestadas honras militares ao Papa Francisco no âmbito da deslocação ao Centro Cultural de Belém e ao Mosteiro dos Jerónimos.

Em comunicado, a PSP informou hoje que entre as 07:00 de quarta-feira e a 01:00 de quinta-feira, os constrangimentos afetarão a Rua de Belém com as travessas dos Ferreiros e Marta Pinto, a Praça Afonso de Albuquerque, a Calçada da Ajuda com a Rua da Junqueira, os arruamentos do Centro Cultural de Belém com a Praça do Império e com a Avenida da Índia e ainda as ligações da rua Dom Lourenço de Almeida com a João Bastos, Bartolomeu Dias com a Praça do Império; das Oliveiras com a Praça do Império e com a Avenida da Índia.

Para permitir a prestação de honras militares ao líder da Igreja Católica será ainda cortado o trânsito no Largo dos Jerónimos com a Rua dos Jerónimos; do Largo dos Jerónimos com a Praça do Império.

A PSP informou ainda que na Avenida de Brasília haverá isolamento à circulação entre o restaurante Vela Latina e o Padrão dos Descobrimentos e a Avenida da Índia estará sujeita ao isolamento total da circulação das vias centrais, existindo cortes de trânsito nas artérias cuja circulação se faça em direção a esta avenida. Nomeadamente: Rua de Cascais, Travessa da Galé, Praça das Indústrias, Rua Mécia Mouzinho de Albuquerque.

Igualmente sujeita ao isolamento total de circulação ficará a Rua da Junqueira, com cortes de trânsito nas artérias 1.º de Maio com a Rua Luís de Camões e com a Calçada de Santo Amaro e ainda a Rua Mécia Mouzinho de Albuquerque.

Na zona de Belém, a circulação estará interdita nas ligações pela Rua da Junqueira com o Largo Marques Angeja e a Rua Alexandre Sá Pinto; Rua da Junqueira com a Travessa de Santo António à Junqueira; Saída de estacionamento do Museu dos Coches; Calçada da Ajuda com a Rua da Junqueira; Calçada da Ajuda com a Rua do Embaixador; Calçada da Ajuda com a Rua General João de Almeida; Calçada da Ajuda com a Rua Bica do Marquês; Rua de Belém com a Travessa das Galinheiras; Calçada do Galvão com o Largo das Escolas e Rua dos Jerónimos com a Avenida do Restelo.

A restrição de circulação estende-se ainda à Rua dos Jerónimos com a Rua Gonçalves Zarco; Rua dos Jerónimos com a Avenida Ilha da Madeira; Avenida do Restelo com a Rua da Alcolena, Avenida do Restelo com a Rua Dom Lourenço de Almeida; Avenida do Restelo com a Avenida da Torre de Belém; Rua Bartolomeu Dias com a Rua Vila Correia; Rua Bartolomeu Dias com a Rua Luís Braille; Rua Bartolomeu Dias com a Avenida Torre de Belém; Avenida Torre de Belém com a Avenida da Índia; Avenida Índia com a Rua Lago Henriques; Avenida da Índia com a Travessa do Forte da Areia.

Todas as artérias indicadas "irão estar interditas ou fortemente condicionadas à circulação de trânsito", refere o comunicado, em que a PSP apela às pessoas para que evitem "a circulação nas suas imediações para não ficarem retidos nos congestionamentos de trânsito que as restrições à sua circulação irão ocasionar".

Na cidade de Lisboa as principais artérias apontadas como alternativas às vias com restrições encontram-se nas zonas verdes.

A autoestrada 5 (A5) estará circulável sem restrições no sentido Cascais-Lisboa até ao nó da Autoestrada 9 (A9) e a A9 estará circulável sem restrições no sentido Sul-Norte, desde o Nó da A5.

Zonas Verdes serão ainda a Estrada Nacional (EN) 6 (sem restrições no sentido Cascais-Lisboa até Carcavelos) e a EN 6-7, em Carcavelos; a Autoestrada 1 sem restrições no sentido Sul-Norte) e no sentido Norte-Sul até ao Nó de Póvoa de Santa Iria; a Ponte Vasco da Gama (sem restrições no sentido Lisboa/Montijo e no sentido Montijo/Lisboa até ao IC17).

No concelho de Oeiras estão programadas restrições entre as 16:00 e as 24:00 na Av. Marginal (EN 6), em ambos os sentidos desde o nó com a Nacional 6-3 (Alto da Boa Viagem) até à Av. da Índia, com desvio, nessa avenida, para a Rua Damião de Góis.

O mesmo acontecerá na Av. Pierre Coubertin, junto ao Parque Técnico / Praça da Maratona do Jamor e na intersecção com a Estrada da Costa e no IC 17 CRIL, sentido norte-sul, desde a saída para Miraflores.

Em alternativa à Av. Marginal, no sentido Lisboa-Cascais, a PSP indica o IC 17 - CRIL (sentido ascendente) e a A5. No sentido Cascais-Lisboa a alternativa será a EN 6-3, a A5 e a A9. Já a alternativa à Av. Pierre Coubertin será também a A5.

No mesmo dia, entre as 09:00 e as 24:00, no concelho de Cascais estará condicionado o trânsito entre a Rotunda João Paulo II (Rotunda do Centro Cultural de Cascais) e a Rotunda da Av. Valbom.

Das 20:00 de quarta-feira até às 13:00 de quinta-feira haverá ainda proibição de estacionamento na Av. da República (entre a Rotunda Comendador Joaquim Baraona e a Rotunda João Paulo II, incluindo Parque Marechal Carmona e Parque da Meia Lua); Rua Conde Ferreira, Rua Latino Coelho, Largo da Assunção, Rua Júlio Pereira de Melo, Rua José Inácio Roquete, Rua Sacadura Cabral, desde a Rua Gago Coutinho até à Rua Júlio Pereira de Melo, Rua Gomes Freire, Av. D. Carlos I, Alameda dos Combatentes da Grande Guerra e Av. Fausto Figueiredo, desde a Av. das Acácias até à Av. Marginal.

Face a estes cortes e condicionamentos, a PSP aconselha a população a privilegiar "a utilização dos transportes públicos, com especial enfoque para o Metropolitano de Lisboa", lê-se no comunicado.

Mais de um milhão de pessoas são esperadas em Lisboa de terça-feira a domingo para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), considerado o maior acontecimento da Igreja Católica, e que contará com a presença do Papa Francisco.

O Papa, o primeiro peregrino a inscrever-se na JMJ, chega a Lisboa na manhã de quarta-feira, tendo prevista uma visita de duas horas ao Santuário de Fátima no sábado para rezar pela paz e pelo fim da guerra na Ucrânia.

As principais iniciativas da jornada decorrem no Parque Eduardo VII, na zona de Belém e no Parque Tejo, um recinto com cerca de 100 hectares a norte do Parque das Nações e em terrenos dos concelhos de Lisboa e Loures.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+