A+ / A-

Liga dos Campeões

Chelsea favorito frente ao Porto? "Perguntem à Juventus", diz Tuchel

19 mar, 2021 - 15:40 • Redação

O treinador do Chelsea fala com respeito do FC Porto, mas assume confiança plena no apuramento da sua equipa para as meias-finais da Liga dos Campeões. Jogar a 2.ª mão em casa é "uma ligeira vantagem", admite.

A+ / A-

Thomas Tuchel adivinha que todos vão considerar o Chelsea favorito no embate com o FC Porto nos quartos de final da Liga dos Campeões, mas daí não extrai nada de positivo para sua equipa.

"Isso não nos vai ajudar", diz, sugerindo que se questionem os responsáveis da Juventus sobre que opinião têm sobre o tema: "Muitas pessoas vão dizer que nós somos favoritos contra o Porto. Isso não nos vai ajudar. Podem perguntar [à Juventus] se ajudou em Turim? Isso não ajuda".

Isso não significa que o treinador alemão, que ainda não perdeu desde que substitui Frank Lampard (13 jogos sem derrotas), não esteja confiante. "Estamos confiantes, é uma confiança relacionada com os nosso desempenhos", justifica.

"Sabemos que temos um adversário difícil pela frente, que respeitamos, mas agora que estamos nos quartos de final pensamos em como vencer e estamos apenas focados em chegar às meias-finais", acrescenta.

Tuchel, que foi finalista vencido da Liga dos Campeões na época passada, pelo PSG, considerou, ainda, que o facto de jogar a 2.ª mão em casa é "uma ligeira vantagem" para a sua equipa. O alemão ficou também satisfeito "por não jogar com uma equipa inglesa".

"É um jogo internacional e, para mim, a Liga dos Campeões tem a ver com isso. Prefiro sempre jogar contra equipas de outros países", revela.

O jogo da 1.ª mão, no Dragão, está agendado para 7 de abril. A partida da 1.ª mão, prevista para Stamford Bridge, realiza-se a 13 de abril.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+