A+ / A-

Pequim 2022

EUA anunciam boicote diplomático aos Jogos Olímpicos de Inverno

06 dez, 2021 - 19:21 • Redação

Apesar de não enviar à China qualquer representação oficial às Olimpíadas de Inverno, os Estados Unidos terão atletas seus a competir, "com total apoio" da administração Biden. Pequim ameaça com "contramedidas resolutas".

A+ / A-

Os EUA não vão enviar qualquer delegação oficial aos Jogos Olímpicos de Inverno, na China, em fevereiro do próximo ano, revelou esta segunda-feira a Casa Branca.

Contudo, este boicote diplomático não implica a ausência de atletas norte-americanos, que vão mesmo estar em competição, “com apoio total” da administração norte-americana.

Em causa, segundo Washington, está o histórico da China, em matéria de violação dos direitos humanos, particularmente por causa dos campos de detenção em massa e da campanha de esterilização forçada da China contra uigures e outras minorias étnicas muçulmanas na província ocidental do país, políticas que a administração Biden classifica como genocídio e crimes contra a humanidade.

Na resposta, Pequim ameaçou com a adoção de “contramedidas resolutas” e condenou a decisão de Joe Biden, argumentando que as Olimpíadas não devem ser "palco para espetáculos políticos”.

Contudo, a decisão norte-americana de não enviar uma delegação aos Olímpicos de inverno é, apesar de tudo, menos gravosa do que um boicote absoluto aos jogos, já que os atletas norte-americanos vão participar.

“Vamos apoiá-los a 100% a partir de casa”, disse a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

Para já, nenhum outro país decidiu avançar com um boicote diplomático semelhante, mas países aliados dos EUA, como a Austrália, o Canadá ou o Reino Unido estão a avaliar essa possibilidade.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+