Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Tóquio 2020

Pedro Pichardo: "É um privilégio fazer parte dos poucos atletas heróis em Portugal"

05 ago, 2021 - 05:59 • Redação

Apesar da felicidade pelo ouro olímpico, Pichardo "queria ser o primeiro português a ultrapassar a barreira dos 18 metros".

A+ / A-

Veja também:


Pedro Pichardo não esconde a felicidade pela conquista da medalha de ouro do triplo salto nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, apesar de admitir que queria ter saltado ainda mais longe.

Em declarações à RTP, depois da final, o atleta revelou que "queria ser o primeiro português a ultrapassar a barreira dos 18 metros".

"Mas sou campeão olímpico e estou muito feliz. É um privilégio fazer parte daqueles poucos atletas que são heróis em Portugal, fazer parte desse grupo. É uma honra imensa para mim", reconheceu.

"Agradecer a Portugal"


Pichardo já saltou 18,08 metros, mas foi em 2015, ainda ao serviço de Cuba. Como português, a partir de 2017, o melhor que o saltador foram, precisamente, os 17,98 metros nesta final. Mas queria mais: "O que tínhamos planeado, eu e o meu pai, era saltar 18,40m."

"Durante o aquecimento comecei a sentir, não uma dor, mas um toque no quadríceps e tive algum receio. Tenho recebido imensas mensagens, tenho quase todo o país a dar-me apoio. Quando fiz aquele salto [17,98 metros, recorde nacional] fiquei um bocado mais tranquilo", admitiu.

Pichardo promete "continuar a trabalhar" para bater o recorde do mundo de 18,29 metros, do britânico Jonathan Edwards, que resiste desde 1995. Assim agradece o atleta o apoio desde a sua naturalização.

"É essa a marca que está na minha cabeça. A única maneira que tenho de agradecer a Portugal é com medalhas e resultados", sustentou.

O hino ja Pedro Pichardo sabe "há muito tempo". "O único problema é o sotaque", confessou. Porém, com a música tão alto, ninguém repara.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Carlos Costa
    05 ago, 2021 Açores 09:31
    Devia ser um pouco mais humilde, é que todos os atletas são heróis, sem eles você não aparecia.

Destaques V+