Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Tóquio 2020

"Histórico e inesquecível". António Costa felicita Pichardo

05 ago, 2021 - 09:30 • Redação

Pedro Pichardo conquistou a medalha de ouro do triplo salto com novo recorde nacional. Primeiro-ministro enaltece melhor resultado de sempre de Portugal nos Jogos Olímpicos.

A+ / A-

O primeiro-ministro felicitou Pedro Pichardo pela conquista da medalha de ouro no triplo salto nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

"Pedro Pichardo voou para o ouro num triplo salto histórico e inesquecível que nos enche de emoção e alegria. O melhor resultado de sempre em Jogos Olímpicos e um enorme orgulho para todos nós. Cada centímetro é ouro, mas também muito trabalho. Parabéns campeão", escreveu António Costa no Twitter, esta quinta-feira.

Pichardo sagrou-se campeão olímpico ao saltar 17,98 metros, novo recorde nacional. É a primeira medalha de ouro para Portugal em Tóquio 2020, depois da de prata de Patrícia Mamona, também no triplo salto, e das de bronze do judoca Jorge Fonseca e do canoísta Fernando Pimenta.

Portugal superou os resultados alcançados em Los Angeles 1984 e Atenas 2004, em que subira três vezes ao pódio. Passa a totalizar 28 medalhas em Jogos Olímpicos (cinco de ouro, nove de prata e 14 de bronze), 12 das quais no atletismo, modalidade que proporcionou os cinco títulos.

Pichardo, de 28 anos, efetuou o melhor salto à terceira tentativa. Impôs-se ao chinês Yu Zhaming, com 17,57, e ao burquinense Fabrice Zango, com 17,47, que venceram as medalhas de prata e bronze, respetivamente.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+