Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Paralímpicos. Portugal com 33 atletas após atribuição de vaga na natação

02 ago, 2021 - 19:59

Ivo Rocha foi confirmado hoje pelo Comité Paralímpico Internacional, atribuido através do “método de redistribuição de quotas”.

A+ / A-

Portugal aumentou para 33 o número de atletas que vai participar nos Jogos Paralímpicos Tóquio2020, que começam em 24 de agosto, depois da atribuição de mais uma vaga na natação.

De acordo com o Comité Paralímpico de Portugal (CPP), o lugar, que será ocupado por Ivo Rocha, foi confirmado hoje pelo Comité Paralímpico Internacional e atribuido através do “método de redistribuição de quotas”.

Com a inclusão de Ivo Rocha, que competirá nos 100 metros bruços SB5, aumenta para seis o número de atletas na natação, a terceira modalidade com mais representantes depois do boccia e do atletismo, que contarão com 10 atletas cada.

Nos Jogos Tóquio2020, adiados no verão passado devido à pandemia de covid-19, Portugal vai contar com 33 atletas de oito modalidades, entre as quais duas estreantes: o badminton e a canoagem.

Em Tóquio, entre 24 de agosto e 05 de setembro, os atletas portugueses vão também participar nas competição de ciclismo, equestre e judo.

Em relação aos Jogos Rio2016, dos quais saiu com quatro medalhas de bronze, Portugal leva menos quatro atletas, mas aumentou de sete para oito o número de modalidades nas quais estará representado nos Jogos Paralímpicos, que decorrerão entre 24 de agosto e 05 de setembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+