A+ / A-

Proença não pensa em candidatar-se à FPF. "Tenho um compromisso com os clubes"

28 nov, 2023 - 09:24 • Redação

Presidente da Liga "tem um mandato a cumprir", que se prolonga até 2027. Fernando Gomes vai deixar a liderança da FPF no próximo ano.

A+ / A-

Pedro Proença, presidente da Liga de Clubes, garante que "tem um mandato a cumprir" e não pensa numa possível candidatura à liderança da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) no próximo ano.

Em declarações à margem de um evento organizado pelo jornal "Record", o atual dirigente da Liga negou essa possibilidade, à qual tem sido associado.

"Sou presidente da Liga. Tenho um compromisso com os clubes e um mandato para cumprir. Daqui a dois dias poderei ser eventualmente presidente da European Leagues. Isto deve deixar-nos com orgulho. Estou muito focado no que quero fazer. O futebol profissional atravessa um bom momento", disse.

Gilberto Madaíl, antigo presidente da FPF, acredita que Proença está "muito bem situado" para suceder a Fernando Gomes.

"Pedro Proença é uma pessoa muito capaz e muito competente e Luís Figo também tem uma grande experiência internacional. Será um deles, mas parece-me que Proença estará muito bem situado neste momento", disse, à Renascença.

Proença, de 52 anos, é o presidente da Liga de Clubes desde 2015 e foi reeleito em junho para um último mandato, que se prolonga até 2027.

Fernando Gomes atinge limite de mandatos em 2024 e vai ceder a posição que ocupa na Federação Portuguesa de Futebol desde 2011. O próximo mandato da FPF dura entre 2024 e 2028 e terá o Mundial 2030 como principal dossier.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+