Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Camilo Lourenço

Fim do benefício fiscal para jogadores torna o campeonato "menos atrativo"

17 out, 2023 - 12:45 • João Fonseca

O comentador Camilo Lourenço acredita que fim do programa "Regressar" para futebolistas torna "mais certo que os jogadores não venham" para Portugal.

A+ / A-

O fim dos benefícios fiscais para jogadores de futebol vai tornar o campeonato português "menos atrativo".

O Governo vai acabar com o alívio de 50% da tributação nos rendimentos a quem regressa a Portugal nos casos de quem aufere mais de 250 mil euros anuais. Camilo Lourenço, comentador especializado em Economia, explica a medida.

"A medida aplicava-se a quem trabalhava em Portugal e entretanto foi para fora. O Governo quis aliciar o regresso dando uma borla fiscal. Imaginem que quem ganhava 600 mil euros, só seria tributado em 350 mil euros", explica, a Bola Branca.

A medida aplicou-se a vários jogadores nos últimos anos, como Pepe no FC Porto, Slimani no Sporting, Di María e Otamendi no Benfica, João Moutinho no Sporting de Braga, Javi García no Boavista e até Ricardo Quaresma no Vitória de Guimarães.

"Estamos a tentar trazer o talento para Portugal e quem ganha dinheiro. Precisamente por terem talento é que ganham dinheiro. Isto vai tornar menos atrativo e interessante o regresso dessas pessoas a Portugal", considera.

Nesse sentido, Camilo Lourenço acredita que menos jogadores de renome regressem a Portugal na fase final da carreira: "Já se ganha pouco em Portugal e outros países fazem esforços grandes para irem buscar este tipo de jogadores, como a Arábia Saudita. Porque haverão de regressar a Portugal? Não faz sentido. Ganham mais noutros sítios e agora aqui, com impostos mais altos, o mais certo é que não venham".

Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva e até Rúben Neves já afirmaram o desejo de regressar a Portugal ou foram associados a transferências a médio prazo. Esta mudança pode mudar os planos.

"Estamos a tornar o país menos atrativo para estas pessoas. Mas há profissionais que já ganharam tanto dinheiro que não se importam de fazer esse tipo de esforço", conclui.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+