Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Luís Guilherme

Balanço positivo da divulgação dos áudios do VAR. "O caminho é este"

08 set, 2023 - 12:45 • João Fonseca

Antigo presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol espera alguma resistência inicial à iniciativa e apela ao Conselho de Arbitragem que não termine com o programa.

A+ / A-

Luís Guilherme, antigo presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol, faz um balanço positivo da primeira divulgação da comunicação dos áudios entre árbitros e videoárbitros, que ocorreu na noite de quinta-feira.

Representado pelo vice-presidente João Ferreira, o Conselho de Arbitragem divulgou as comunicações dos casos da Supertaça e das primeiras três jornadas do campeonato.

Em declarações a Bola Branca, Luís Guilherme elogia a iniciativa e aconselha a FPF a não terminar com o programa.

"Acho muito bem, há muitos anos que defendo que o caminho é este de se abrir e comunicar com o exterior. Mostrar que não existe nada para além do ajuizamento desportivo. Não tenho dúvidas que o caminho é esse. O programa vem nesse sentido, deve continuar. Não percebo quando o Conselho de Arbitragem diz que se as coisas correrem mal, acaba. Não tem de acabar, o caminho é aquele e deve prosseguir", aponta.

O antigo líder de classe espera alguma resistência do futebol neste período inicial: "Por princípio, não somos desportivas, somos clubistas".

"Ao início admito que vai ter algumas dificuldades. Com o decorrer do tempo, a aprendizagem e as pessoas perceberem que não existe nada para além de arbitragem, a médio prazo as coisas vão estabilizar e será um contributo muito importante para o futebol português, assim os outros agentes desportivos também colaborem", alerta.

Luís Guilherme acredita que há espaço para se ir ainda mais longe: "A médio prazo, acrescentaria conferências de imprensa dos árbitros no fim do jogo e as comunicações serem do conhecimento de quem está no estádio".

Recorde aqui algumas das comunicações divulgadas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+