32,08%
8 Deputados
31,11%
7 Deputados
9,79%
2 Deputados
9,07%
2 Deputados
4,26%
1 Deputados
4,12%
1 Deputados
3,76%
0 Deputados
1,22%
0 Deputados
2,62%
0 Deputados
  • Freguesias apuradas: 3092 de 3092
  • Abstenção: 63,48%
  • Votos Nulos: 0,77%
  • Votos em Branco: 1,20%

A+ / A-

Premier League

Nottingham Forest de Nuno Espírito Santo perde pontos e cai para a zona vermelha

18 mar, 2024 - 20:00 • Lusa

Cube do treinador português foi penalizado em quatro pontos por violar as regras de rentabilidade e sustentabilidade da Premier League, no período que termina em 2022/23.

A+ / A-

O Nottingham Forest, treinado pelo português Nuno Espírito Santo, caiu para a zona de despromoção da Premier League, esta segunda-feira, devido à penalização de quatro pontos por quebra da sustentabilidade financeira.

Ao violar as regras de rentabilidade e sustentabilidade da Premier League, no período que termina em 2022/23, o clube vai perder quatro pontos, ficando assim com somente 21 no campeonato, passando a ser 18.º e antepenúltimo. Fica a um ponto do Luton, que assim ganha um lugar é o primeiro em posição de salvação.

O clube socorreu-se do argumento de uma opção estratégica para incorrer em infração, nomeadamente ao atrasar a venda de Brennan Johnson para o Brentford por 35 milhões de euros (ME), uma vez que pouco mais tarde o conseguiu fazer por 55 ME junto do Tottenham. Contudo, esse argumento não foi aceite.

A Premier League, que destacou a “cooperação excecional” do Nottingham Forest em todo o processo, faz cumprir as penas na época em curso.

O Everton, que já tinha sido punido com seis pontos, volta a ser igualmente visado.

Na sua gestão, os clubes ingleses podem perder até cerca de 122 ME num período de três anos, contudo no caso do Nottingham Forest esse valor ronda os 71 ME, uma vez que a equipa jogou na segunda divisão nas duas épocas anteriores.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+