Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Liverpool

Klopp não muda de opinião sobre a Superliga. "Gosto da ideia do West Ham poder ir à Champions"

19 abr, 2021 - 20:27 • Redação

Klopp vai contra a criação da Superliga, da qual o Liverpool é um dos criadores, mas pede apoio à equipa. "A parte mais importante do futebol são os adeptos e a equipa", diz.

A+ / A-

Jurgen Klopp, treinador do Liverpool, mantém a mesma opinião que já tinha referido em entrevistas há alguns anos e é contra a criação da Superliga Europeia, que o seu clube criou no último domingo.

Antes do jogo desta noite com o Leeds, o técnico alemão refere que apenas tomou conhecimento da situação na noite de domingo, depois da oficialização, e nada tem a ver com a decisão.

"A minha opinião não mudou. Soube pela primeira vez ontem, quando preparava um jogo difícil. É difícil, as pessoas não estão contentes e eu entendo isso. Não posso acrescentar muito mais porque não estamos envolvidos no processo, nem eu nem os jogadores. Não sabíamos disto. Teremos de esperar para ver o que vai acontecer", diz.

Depois de uma onda de constestação nas redes sociais e até à porta do Elland Road, com camisolas dos "reds" queimadas e cânticos contra a Superliga, Klopp pediu apoio à equipa e diz que o Liverpool "é muito mais do que decisões".

"O meu desejo é treinar uma equipa na Champions. Não tenho qualquer problema com a Liga dos Campeões. Gosto da ideia do West Ham poder jogar na Liga dos Campeões. Espero que isso não aconteça porque nós queremos ir, mas gosto que eles tenham essa hipótese. Ouvi algumas coisas de que não gostei. O Liverpool é muito mais do que algumas decisões. A parte mais importante do futebol são os adeptos e a equipa. Temos de ter a certeza de que nada se mete entre isso", diz.

O técnico conclui e diz que "os jogadores não fizeram nada de errado". "Podemos mostrar que ninguém tem de caminhar sozinho nestas situações", termina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+