A+ / A-

Toni: "João Neves faria bem em ficar mais um ano no Benfica"

27 dez, 2023 - 12:50 • Luís Aresta

Antigo treinador do Benfica acredita que Rui Costa "saberá melhor do que ninguém gerir a situação" do jovem médio, que tem sido associado ao interesse do Manchester United.

A+ / A-

Mais um ano no Benfica só faria bem a João Neves. O conselho do antigo treinador das águias Toni, numa altura em que as notícias que chegam de Inglaterra apontam para uma ofensiva do Manchester United pelo médio nascido em Tavira.

“Tem 19 anos, mas já com uma maturidade muito grande. Em termos técnicos diria que o João faria bem em ficar mais um ano no Benfica” diz Toni à Renascença, complementando que, no plano da gestão do clube, “naturalmente que quem está à frente do Benfica é um homem do futebol e Rui Costa saberá melhor do que ninguém gerir esta situação do João Neves”.

Já sobre Di Maria, com direito a férias natalícias prolongadas – o extremo argentino só regressa após a passagem de ano – Toni admite que se trate de uma situação há muito acordada entre jogador, presidente e equipa técnica do Benfica.

“Tudo isso passa pela forma de gerir um grupo, pelos compromissos dentro do grupo, compromissos entre o jogador e o seu treinador, o jogador o seu presidente. É algo que poderia estar já implícito; não foi uma decisão de agora, mas provavelmente já teria sido tomada há muito tempo”, considera.

Schmidt a reconquistar a confiança dos benfiquistas


É um lugar comum dizer-se que um treinador de futebol passa rapidamente “de bestial a besta”. Roger Schmidt já experimentou essa sensação, esta época, no Benfica. O inverso também pode acontecer e, no caso do treinador germânico, há que esperar mais algum tempo.

Contudo, Toni vê um Roger Schmidt a reconquistar a confiança dos adeptos, em face da melhoria de resultados, da subida de forma de jogadores como Orkun Kokçu e da forma como a equipa, no seu todo, reagiu á defesa que Rui Costa fez do atual treinador do Benfica.

“Ganhou mais estabilidade, ganha mais confiança porque, entretanto, venceu três jogos seguidos. Há alguns jogadores que estão a subir de produção, como é o caso do médio turco que começa a vir para os patamares em que esteve no Feyenoord. Por isso, Roger Schmidt está, de novo, a reganhar a confiança dos adeptos para poder continuar a fazer o bom trabalho que fez até agora”, diz Toni, na mesma entrevista a Bola Branca.

Liga Europa não é tábua de salvação


Questionado sobre se o Benfica deve dar prioridade absoluta ao campeonato, deixando para segundo plano a Liga Europa, Toni responde que uma boa campanha europeia após a queda na Liga dos Campeões, não pode ser encarada como “salvação” da época.

“As provas em que o Benfica entra são sempre prioritárias. Agora, dizer que a Liga Europa seria uma salvação? A Liga Europa é uma prova difícil, com clubes que poderiam estar perfeitamente na “Champions”. Parece que por cair na Liga Europa o caminho está desbravado, quando nesse caminho espero bem que se venham a encontrar Benfica, Sporting e Braga”, remata o antigo internacional.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+