A+ / A-

Jorge Jesus testa negativo à Covid-19. Benfica sem novos infetados

27 jan, 2021 - 16:05 • Redação

A infeção respiratória que se suspeita que esteja a afetar o treinador não estará relacionada com o novo coronavírus. Surto de Covid-19 no plantel do Benfica parece estar controlado.

A+ / A-

Todos os testes à Covid-19 que os membros de plantel, equipa técnica e "staff" do Benfica que não estão infetados realizaram na terça-feira deram negativo, ao que a Renascença apurou, incluindo o de Jorge Jesus.

O Benfica comunicou, esta quarta-feira, que há suspeitas de que o treinador tenha uma infeção respiratória, que "não é grave" e cuja origem "está a ser despistada". Em princípio, a possibilidade de essa infeção estar relacionada com o novo coronavírus está posta de lado.

A situação obrigou ao cancelamento da conferência de imprensa de antevisão do jogo a Belenenses SAD, que estava marcada para as 14h00 desta quarta-feira.

Está em risco a presença de Jesus no banco nesse jogo dos quartos de final da Taça de Portugal, agendado para quinta-feira. Nas próximas horas, o Benfica atualizará a informação do estado clínico do treinador e pede que, até lá, seja respeita a sua privacidade.

Os mesmos 10 jogadores infetados


Há vários elementos do clube, entre jogadores, equipa técnica, dirigentes, infetados com Covid-19.

Para o último jogo realizado com o Nacional da Madeira, Jorge Jesus não contou com 10 jogadores, devido a infeção pelo novo coronavírus. Cinco dos seus seis adjuntos também estiveram afastados, sendo que esta semana já voltou a ter a assistência de João de Deus e Mário Monteiro. O surto parece, agora, estar controlado.

Caso Jesus esteja indisponível para orientar a equipa frente à Belenenses SAD, João de Deus deverá assumir o comando no banco.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+