Tempo
|
Henrique Raposo n´As Três da Manhã
Segundas e sexta-feiras, às 9h20, n'As Três da Manhã
A+ / A-
Arquivo
“Há uma crise de paternidade” que pode originar “uma crise demográfica tremenda”

Henrique Raposo

“Há uma crise de paternidade” que pode originar “uma crise demográfica tremenda”

17 mar, 2023 • Sérgio Costa , Cristina Nascimento


Comentador da Renascença considera que as mulheres continuarem a ser as principais cuidadoras, não só dos filhos quando são pequenos, mas também dos pais quando são idosos, é um problema cultural.

O comentador da Renascença Henrique Raposo considera que se está a viver uma "crise de paternidade" e que, se nada for feito, poderá dar origem a "uma crise demográfica tremenda".

No espaço de comentário do programa "Três da Manhã", Henrique Raposo diz que "a maior mudança cultural do século XX foi a transformação do papel da mulher" que passou a trabalhar fora de casa. Raposo afirma que o homem "não acompanhou" esta mudança.

O comentador explica que ainda hoje são as mulheres as principais cuidadoras quer dos filhos, quando são pequenos, quer dos pais quando já são idosos. Raposo diz temer "uma crise demográfica tremenda" se nada mudar, pois "as mulheres mais novas, que têm agora 20 e 30 anos" podem não aceitar casar e ter filhos.

Raposo acrescenta que este não é um "problema político, é cultural". "O problema das mulheres não é o patrão, é o marido e o namorado" que, culturalmente, continuam a não falar sobre estes assuntos.

"Nós, homens, temos que ter essa conversa. O problema é que eu, como cronista, como escritor ou mesmo como amigo, só consigo ter esta conversa com as mulheres, porque os homens fecham-se e não querem ter esta conversa”, remata.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.