Explicador Renascença
As respostas às questões que importam sobre os temas que nos importam.
A+ / A-
Arquivo
Acordado cessar-fogo em Gaza para libertação de reféns. Como se chegou a este acordo?

Explicador Renascença

Como se chegou ao acordo de cessar-fogo em Gaza para libertação de reféns?

22 nov, 2023 • Sérgio Costa


O movimento islamita Hamas saudou o acordo de “trégua humanitária” aprovado pelo Governo de Israel, que prevê a libertação de reféns na Faixa de Gaza em troca da libertação de prisioneiros palestinianos.

Já há acordo para um cessar-fogo na Faixa de Gaza para a libertação de reféns.

Quantos reféns vão ser retirados?

50 reféns israelitas ou de dupla nacionalidade. Os jornais israelitas indicam que vão ser libertados 30 menores e 20 mulheres, sendo que em boa parte este grupo de mulheres é constituído por mães dos menores libertados. Trata-se, recorde-se, de pessoas que foram capturadas pelo Hamas durante o ataque a sete de outubro.

E serão libertados apenas cidadãos israelitas? Também há reféns de outras nacionalidades

O acordo só abrange reféns israelitas capturados pelo Hamas, mas admite que pessoas de outras nacionalidades também possam ser libertadas, mas isso depende de acordos paralelos com outros países.

A Agência Reuters dá conta que pelo menos três cidadãs norte-americanas vão ser libertadas, o que pode ser resultado de um entendimento paralelo. Sabemos, no entanto, e de acordo com as informações que chegam, que, por exemplo, vários trabalhadores tailandeses que também foram capturados, vão continuar detidos pelo Hamas.

Qual é a contrapartida para o Hamas?

O governo de Israel compromete-se a libertar 150 prisioneiros palestinianos. É pelo menos a indicação que está também a ser avançada pela imprensa de Israel.

Durante quanto tempo vai durar o cessar-fogo na Faixa de Gaza?

O acordo prevê a suspensão dos combates em Gaza durante quatro dias. É nesse período que os reféns vão ser libertados.

Como vai ser a operação de retirada dos reféns?

O que está previsto é permitir a saída de grupos de 12 a 13 por dia durante os tais quatro dias. A libertação e transferência dos reféns vai ser gerida no terreno pela Cruz Vermelha, que vai receber os civis, prestar-lhes os primeiros socorros e transportá-los para Israel, onde há já seis hospitais preparados para recebê-los.

Mas, afinal, como é que se chegou a este acordo?

Foi através da mediação do Qatar. De acordo com as informações disponíveis, o entendimento não foi fácil, até porque vários ministros de Israel evidenciaram muitas resistências.

Quando é que entra em vigor o cessar-fogo?

Tudo indica que deverá começar amanhã de manhã, quinta-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.