Tópico:

comemorações 50 anos do 25 de abril


  • Os familiares deles morreram na Revolução.“É importante lembrar que o 25 de Abril não foi só flores”

    Os familiares deles morreram na Revolução.“É importante lembrar que o 25 de Abril não foi só flores”

    23 abr, 2024 - 06:24

    Há 50 anos, já depois de Marcello Caetano ter sido retirado do quartel do Carmo, cinco pessoas morreram na Rua António Maria Cardoso. Mas o 25 de Abril ficou para a história como uma revolução “sem sangue”. Para as famílias das vítimas, a falta de memória “é um insulto”. E uma dor.
  • A revolução das canções

    A revolução das canções

    23 abr, 2024 - 06:10

    Apesar do “exame prévio”, as canções tomaram corpo na voz do público que encheu o Coliseu em março de 1974, voz coletiva que já não era possível censurar. Nesse concerto, a canção que José Afonso tinha escrito para homenagear a Sociedade Fraternidade Operária Grandolense, “Grândola, vila morena”, ganhou uma renovada força – transportava as feridas e esperanças de uma narrativa coletiva.
  • O que mudou com o 25 de Abril?

    Explicador Renascença

    O que mudou com o 25 de Abril?

    22 abr, 2024 - 22:30

    No explicador desta segunda-feira, falamos das alterações em Portugal ao longo dos últimos 50 anos. A Renascença publicou uma análise aprofundada sobre o que mudou desde a revolução do 25 de Abril. Há números sobre a saúde, a educação e até sobre as famílias portuguesas. Ouça o podcast.
  • Seguro celebra 25 de abril em campanha interna do PS de Soure para falar de "democracia e liberdade"

    25 de abril

    Seguro celebra 25 de abril em campanha interna do PS de Soure para falar de "democracia e liberdade"

    22 abr, 2024 - 17:10

    O ex-secretário-geral do PS vai partipar no lançamento da candidatura de Rui Fernandes à concelhia do PS de Soure naquela que é considerada a primeira ação partidária em que intervém desde que saiu da liderança dos socialistas. Eleições para as concelhias do PS estão marcadas para 6 de julho.
  • António Pedro Vasconcelos: “A democracia é uma flor de estufa”

    Avenida da Liberdade

    António Pedro Vasconcelos: “A democracia é uma flor de estufa”

    22 abr, 2024 - 08:45

    No podcast Avenida da Liberdade gravado antes de morrer, o realizador António Pedro Vasconcelos conversou com a filha Patrícia que cresceu em democracia. Recordou como era viver em ditadura, os censores que foram as primeiras vítimas da Revolução de Abril e diz que a democracia é uma flor de estufa.
  • Ramalho Eanes. Separar o 25 de Novembro do 25 de Abril é “cometer um erro histórico”

    Ramalho Eanes. Separar o 25 de Novembro do 25 de Abril é “cometer um erro histórico”

    22 abr, 2024 - 08:35

    Em entrevista à SIC, fazendo um balanço dos 50 anos do 25 de Abril, Ramalho Eanes destacou as mudanças positivas, sobretudo, nas áreas da Saúde e Educação e na parte social, referindo que em 1974 havia “uma miséria pungente” que foi atenuada, mas que ainda não desapareceu.
  • Mais dinheiro, mais saúde, mais educação. Os 50 anos de democracia em 19 gráficos

    Antes e Depois do 25 de Abril de 1974

    Mais dinheiro, mais saúde, mais educação. Os 50 anos de democracia em 19 gráficos

    22 abr, 2024 - 07:30

    Antes do 25 de Abril, mais de metade dos portugueses não tinha água canalizada em casa, um em cada quatro era analfabeto e Portugal tinha uma das mais altas taxas de mortalidade infantil da Europa. Hoje há cinco vezes mais alunos no Ensino Superior, as pessoas vivem em média mais 14 anos e são quatro vezes mais ricas.
  • 50 anos do 25 de abril. "Há razões para termos esperança", proclama CNJP

    50 anos do 25 de abril. "Há razões para termos esperança", proclama CNJP

    20 abr, 2024 - 10:07

    A Comissão Nacional Justiça e Paz denuncia a existência de "fenómenos de ausência de liberdade" 50 anos depois da queda do Estado Novo, mas numa nota que evoca a efeméride sublinha que "há razões para termos esperança e para sonharmos os próximos 50 anos de democracia em Portugal".
  • Grândola Vila Morena. “Tivemos de gravar o som dos passos em cima de gravilha e à noite”

    Grândola Vila Morena. “Tivemos de gravar o som dos passos em cima de gravilha e à noite”

    20 abr, 2024 - 09:30

    O cantor Francisco Fanhais lembra à Renascença o episódio da gravação da música que viria a ser uma das senhas da Revolução, no dia em que Grândola inaugura um novo museu.
  • 87% dos portugueses prefere a democracia a “qualquer outro regime”, mas apoio a governos autocráticos está a crescer

    50 anos do 25 de abril

    87% dos portugueses prefere a democracia a “qualquer outro regime”, mas apoio a governos autocráticos está a crescer

    18 abr, 2024 - 16:36

    A vasta maioria dos portugueses mantém-se leal a um governo democrático, 50 anos depois do 25 de Abril. Nos jovens, a percentagem sobe para os 96%. Apesar disso, quase metade da população aceitaria “um líder forte”, mesmo sem ato eleitoral.