Perseidas

As imagens da "chuva de estrelas" mais intensa do ano

14 ago, 2021 - 12:30 • Imagens: Reuters

Se não conseguiu assitir ao pico da chuva de Perseidas, pode fazê-lo até dia 24 de Agosto. As estrelas cadentes que vemos no céu são, na verdade, pequenos resíduos do cometa Swift-Tuttle, que entrou no sistema solar interno pela última vez em 1992. O fenómeno celestial repete-se todos os anos, por esta altura.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.