Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Stress e preocupações. Atacá-los antes que nos ataquem

16 ago, 2021 - 08:42 • Sandra Afonso

Se, na maioria dos casos, a preocupação e a ansiedade têm soluções simples, sabemos também que podem conduzir a situações complexas. No limite, colapso físico e mental, mas também doenças como asma, problemas cardíacos e hipertensão. Mas este é um caminho que se pode evitar.

A+ / A-

Com a pandemia aprendemos a dar mais importância ao que nos move e a descobrir o que nos impede de viver em pleno. A saúde mental tem agora outra voz e outro peso, como foi visível nos últimos Jogos Olímpicos. A Renascença foi em busca de ferramentas para combater esta anemia mental no trabalho daquele que já é considerado um clássico: Dale Carnegie.

Há muitos anos que filósofos e profetas discutem estes temas e Dale Carnegie foi pioneiro do que é hoje conhecido como “movimento de desenvolvimento do potencial humano”. É autor daquele que é considerado o livro de negócios n.º 1 do século XX: “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas”.

Escreveu sempre com o objetivo de “ajudar as pessoas a tornarem-se a melhor versão de si e a conseguirem uma vida melhor”. Uma dessas obras chega agora a Portugal, editada pela Objetiva: “Como Superar as Preocupações e Lidar com o Stress”.

O autor defende que alimentamos muita ansiedade e consumimos demasiado tempo a cismar em problemas que ainda não aconteceram e que podem nem se concretizar. Reduzir as preocupações é o passo óbvio. Passa por assumir o problema e fazer o que for possível para o resolver. Nunca ficar a remoer sobre o assunto ou à espera que o tempo resolva.


"Ao deparar-se com um problema, primeiro pergunte-se: o que é o pior que pode acontecer? A seguir, prepare-se para o aceitar. Depois, avance para melhorar esse pior."


A partir daqui, só pode melhorar, garante Dale Carnegie.

Claro que ninguém, saudável, consegue evitar preocupar-se. Mas pode concentrar as energias no que importa, de facto. Carnegie dá sugestões simples de como o fazer, mas nem sempre fáceis de seguir:

  • não crie problemas, “meta-se na sua vida”
  • Perdoe, siga em frente, “não guarde rancor”
  • os elogios dos outros são raros, “acredite em si”
  • a inveja não resolve problemas, só provoca “preocupação e insegurança”
  • não há progresso sem mudança.

Outro atributo dos vencedores é que não baixam os braços. São resilientes e persistentes. Por mais hostil que seja o ambiente, a pessoa ou a oposição, não desistem. Segundo o autor, “a capacidade de aguentar é característica de todas as pessoas que realizam algo importante”.


"Se não consegue dormir, levante-se e faça qualquer coisa em vez de ficar deitado a preocupar-se. É a preocupação que o assola, não a falta de sono."


E não desista. Sobretudo, quando tudo parecer pior.

As suas preocupações estão relacionadas com dinheiro? Comece por pagar as dívidas, não dependa da sorte nem da esperança e não tente imitar os outros.

É o trabalho que o preocupa? Resolva os conflitos, seja bom no que faz, atualize-se, torne-se visível. Acima de tudo, seja positivo e nunca deixe o medo vencer, porque rouba-lhe a iniciativa e conduz ao fracasso.


"Se quisermos desenvolver a coragem, temos de fazer aquilo que tememos até termos uma série de experiências bem sucedidas."


Dale Carnegie sugere que “substitua o medo pela fé”. A oração e a meditação podem dar uma ajuda: “A oração ajuda-nos a verbalizar o que nos perturba, dá-nos a sensação de que partilhamos os nossos fardos, de que não estamos sozinhos”.

Por fim, seja pró-ativo contra o stress e o esgotamento: procure formas de aliviar a tensão, reorganize-se, alivie a carga, divida tarefas, cuide de si, relaxe, faça exercício, leve as coisas com humor e não sinta vergonha; procure ajuda.


"Sentir pena de si e da sua situação é não apenas uma perda de energia, mas o pior hábito que pode ter."


Às vezes é preciso dizer NÃO. Seja em pequenas coisas ou para dar passos maiores, abandonar velhos hábitos e seguir em frente. Arranjar espaço para a mudança.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+