Tempo
|
A+ / A-

Projeto Miramar de Frankie Chavez e Peixe com sete datas até setembro

16 ago, 2021 - 13:25 • Lusa

O segundo disco de originais de Miramar é lançado no início de 2022.

A+ / A-

O projeto Miramar, dos músicos Frankie Chavez e Peixe, vai dar sete concertos pelo país até meados de setembro, começando em Santa Maria, nos Açores, no dia 20 de agosto.

Segundo comunicado da promotora do projeto, depois da atuação no festival Maré de Agosto, na ilha de Santa Maria, e no Festival Fazunchar, em Figueiró dos Vinhos, no dia seguinte, seguem-se os Jardins do Palácio da Galeria, em Tavira, ainda este mês, no dia 27.

Em setembro, a dupla passa pelo Teatro Maria Matos, em Lisboa, no dia 14, pelo Castelo de Torres Novas, no dia 17, antes de chegar ao FIARTIL Chefs on Fire, no Estoril, um dia depois.

O último concerto desta série de datas de Miramar acontece em 25 de setembro, no Castelo de Ourém.

O segundo disco de originais de Miramar é lançado no início de 2022, segundo o mesmo comunicado.

Peixe (Pedro Cardoso) e Frankie Chavez (Francisco Chaves) - ainda antes de se chamarem Miramar - atuaram juntos em 2017, a convite da série de concertos Guitarras ao Alto, no Alentejo, pensada para duos inéditos de guitarra.

A propósito desse convite, os músicos refugiaram-se durante dois dias numa casa em Miramar, a trabalhar em canções para os concertos de Guitarras ao Alto, meses depois replicaram esse trabalho em estúdio e daí resultou o primeiro álbum, homónimo, em 2019.

"A sintonia que se criou ali [em Miramar] foi tão profunda que gerou essa produtividade imensa. Foi potenciada com o processo, de ir comer à beira-mar, jogar um pingue-pongue. Foi um ambiente acolhedor, foi muito descontraído", explicou Peixe em entrevista à agência Lusa quando saiu o álbum.

Em "Miramar", os dois músicos tocam várias guitarras, incluindo guitarra portuguesa, elétrica e "weissenborn" ("slide guitar"). A relação de ambos com este instrumento de cordas vem da infância e da adolescência, de aprendizagem entre autodidatismo e academismo.

Peixe, que tem trabalho editado a solo, integra os Ornatos Violeta e foi ainda músico fundador dos Pluto, DEP, Zelig e da OGBE - Orquestra de Guitarras e Baixos Elétricos.

Frankie Chavez lançou vários álbuns a solo, entre os quais "Family Tree" e "Double or nothing".

Com Miramar, estiveram nomeados para os prémios Impala, de melhor álbum independente europeu, e atuaram em 2020 no Festival Eurosonic de Groningen, na Holanda.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+