Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Exposição internacional “Un Ballo in Maschera” chega a Évora

01 jul, 2021 - 12:14 • Rosário Silva

A mostra reúne obras de mais de três dezenas de artistas. Pode ser visitada entre 1 e 17 de julho, no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo. Depois, segue, para França, Polónia e Itália.

A+ / A-

Depois de Lisboa, a exposição “Un Ballo in Maschera” pelo Chiado, Carmo e Paris - As Artes na Esfera Pública, chega agora a Évora.

A mostra internacional que inaugura, esta quinta-feira, no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo (MNFMC), na cidade alentejana, integra um projeto coordenado desde 2009, pelo professor José Quaresma, da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.

“A exposição foi, primeiramente, exibida no Museu Arqueológico do Carmo, em Lisboa, e vem agora a Évora, seguindo-se mais três do mesmo projeto, ainda este ano, nas cidades de Paris, Lodz e Florença”, revela Sandra Leandro, a diretora do MNFMC.

De acordo com a responsável, numa sala do 1º piso do espaço museológico, vão apresentar-se “obras bidimensionais de 31 artistas”, sendo que as restantes ficam “instaladas noutros espaços do museu, como o exemplo do diálogo da peça tridimensional de João Castro e Silva, com o Sileno da coleção romana.”

Trata-se de uma “oportunidade de ver artistas emergentes de Portugal, Itália e Polónia e outros com percursos bem consolidados e responsabilidades académicas”, destaca Sandra Leandro que anuncia, também, o lançamento, em Évora, do respetivo Livro/Catálogo com textos e imagens da produção de todos os participantes.

“Num tempo em que a máscara-pandémica se impôs, estes trabalhos glosam esta e muitas outras máscaras, num movimento que recorda também a Ópera de Verdi “Un Ballo in Maschera””, nota a diretora do MNFMC, convidando quem desejar, a “ir fantasiado” à inauguração.

A exposição pode ser visitada até dia 27 de julho, no museu eborense, período durante o qual vai acontecer, “a anunciar brevemente”, um recital de ópera.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+