Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Fátima. Cardeal “muito preocupado com política da UE para os refugiados"

12 ago, 2021 - 19:29 • Teresa Paula Costa

Para D. Jean-Claude Hollerich, “é inadmissível que haja grandes aglomerados de refugiados nas fronteiras exteriores da União Europeia”.

A+ / A-

O Presidente da Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia está muito preocupado com as políticas europeias para com os refugiados.

Na conferência de imprensa que antecedeu o arranque da peregrinação de agosto, o cardeal Jean Claude Hollerich denunciou a incongruência entre o que a União Europeia diz e o que faz. “É inadmissível que haja grandes aglomerados de refugiados nas fronteiras exteriores da EU” onde “as pessoas vivem em condições desumanas” protestou o cardeal que citou a Líbia, onde “sabemos que isso chega mesmo à escravatura laboral e escravatura sexual nas mulheres.”

O arcebispo do Luxemburgo lamentou que “mesmo os acordos internacionais não são cumpridos, porque fazem regressar todas as pessoas às fronteiras exteriores da União Europeia sem se darem ao trabalho de ver quem tem o direito de asilo na sequência da Convenção de Genebra”, o que considerou “muito grave.”

Exploração de pessoas na região oeste

Nesta conferência de imprensa, o missionário scalabriniano revelou ainda ter tido conhecimento por sacerdotes da região oeste de Portugal da existência de “núcleos (de trabalhadores) do Nepal e do Bangladesh” a trabalhar na “apanha da pêra rocha ao redor do Bombarral e de outras cidades.

Para o Padre Rui Pedro “haverá redes que os trazem”, pelo que o sacerdote pede “que haja forças da sociedade e da Igreja que protejam estas pessoas”, o que “seria um desafio muito grande neste momento para as paróquias de Portugal - dar uma ‘olhadela’ no seu território aos trabalhadores estrangeiros.” Esta seria, rematou o padre, “uma grande ocasião de pormos o Evangelho em prática, defendendo os direitos destas pessoas que estão longe da família, como os nossos portugueses”.

Obra Católica das Migrações quer fazer parte das soluções

Nesta conferência, a diretora da Obra Católica Portuguesa das Migrações revelou que o Fórum das Organizações Católicas para a Imigração esteve reunido em audiência com o Presidente da Republica. A Marcelo Rebelo de Sousa, o Fórum expôs as suas preocupações com a exploração laboral, a habitação, e educação e a saúde, tendo apresentado “propostas concretas no sentido de se envolver nas soluções”.

Nesta peregrinação dos Migrantes, disse Eugénia Quaresma vai-se rezar pela “conversão pessoal”, para conseguirmos construir este ‘nós’ sonhado também por Deus.”

A peregrinação de agosto é presidida pelo Cardeal Jean Claude Hollerich, arcebispo do Luxemburgo.

[notícia atualizada às 21h05]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+