Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Diocese de Leiria-Fátima adapta Plano Pastoral com olhos postos na JMJ 2023

07 jul, 2021 - 20:27 • Lusa

Na carta enviada aos padres da diocese, o cardeal António Marto alerta que “os tempos atuais reclamam pastores zelosos e criativos. Que saiba, desenvolver a sua atividade no âmbito da corresponsabilidade e cooperação eclesial”.

A+ / A-

A preparação dos jovens para a Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 (JMJ2023) é um dos principais pontos do Plano Pastoral da Diocese de Leiria-Fátima para os próximos dois anos, adaptado face às limitações provocadas pela pandemia de esta quarta-feira-19.

As iniciativas que estavam previstas para um biénio foram reprogramadas para três anos, “atendendo às consequências limitadoras da atividade pastoral provocadas pela atual pandemia”, explicou o cardeal António Marto, bispo de Leiria-Fátima em carta que enviou aos padres da diocese.

No próximo ano, o plano vai contemplar dois eventos de relevo: a caminhada sinodal proposta pelo Papa Francisco, e que envolve também a Igrejas locais, e o itinerário de preparação para a JMJ2023, que “não diz respeito somente aos jovens, mas, de diferentes modos, também a toda a Igreja diocesana”, segundo António Marto.

”Dar formação específica aos fiéis que assumem ministérios litúrgicos e cuidar da qualidade da celebração”, “proporcionar o encontro com Cristo na escuta e leitura orante do Evangelho” e “promover a participação ativa e consciente na Eucaristia” são outros objetivos inscritos no plano pastoral da diocese até 2023.

Na carta enviada aos padres da diocese, o cardeal António Marto alerta que “os tempos atuais reclamam pastores zelosos e criativos. Que saiba, desenvolver a sua atividade no âmbito da corresponsabilidade e cooperação eclesial”.

Para o bispo de Leiria-Fátima, o “fiel cumprimento” do plano “é sinal de comunhão eclesial”, embora não impeça “o zelo de todos os agentes pastorais em tomarem oportunas iniciativas para servir o povo de Deus no âmbito das suas responsabilidades. Antes, requere-o”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+