Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19

PCP cancela comício dos 100 anos e faz 100 ações no país

11 fev, 2021 - 10:06 • Lusa

Evento estava agendado para 6 de março, no Campo Pequeno, em Lisboa.

A+ / A-

O PCP cancelou, devido à pandemia, o comício do centenário do partido no Campo Pequeno, em Lisboa, em 6 de março, que será substituído por 100 ações em todo o país, foi anunciado esta quinta-feira.

A informação do cancelamento do comício, que "se considerou nas condições atuais não ser adequado realizar", surge no meio de um artigo na edição do Avante, órgão oficial dos comunistas.

Para o substituir, os comunistas organizam uma iniciativa sob o lema "100 anos, 100 ações".

A iniciativa agora cancelada foi anunciada há cerca de um ano, no 99.º aniversário do PCP, no último comício do partido antes do confinamento geral devido à pandemia, em 11 de março de 2020.

Será um "vasto conjunto de iniciativas, centrado nos problemas do país, dos trabalhadores e do povo", estando anunciada uma "ação" em Lisboa, no Rossio, em que participa o secretário-geral comunista, Jerónimo de Sousa, lê-se no artigo do Avante.

Os comunistas garantem que nestas 100 ações "serão garantidas as condições sanitárias, dando mais uma prova de que é possível continuar a intervir e a lutar e ao mesmo tempo proteger a saúde".

O comício do centenário estava previsto para o Campo Pequeno, em Lisboa, um local simbólico para o partido, onde se realizou o primeiro grande comício do PCP a seguir ao 25 de Abril, com Álvaro Cunhal (1913-2005), o líder histórico dos comunistas portugueses.

O surto epidemiológico da Covid-19 levou a uma redução das agendas dos líderes dos partidos, com mais ações à distância ou com menos pessoas, e até o cancelamento de congressos partidários.

Portugal está a viver pela segunda vez, em menos de um ano, um confinamento geral, e sob estado de emergência devido à crise epidémica, o que não limita a atividade política nem a realização de eleições, como aconteceu com as presidenciais de 24 de janeiro.

O Partido Comunista Português (PCP) foi criado em 1921 e teve, ao longo da sua história, cinco secretários-gerais, tendo Álvaro Cunhal sido o mais marcante, durante 32 anos, entre 1961 e 1992.

O primeiro, de 1921 a 1929, foi José Carlos Rates, seguindo-se Bento Gonçalves, de 1929 a 1942. Da década de 1940 a 1961 houve um período sem secretário-geral, antes de Cunhal ser escolhido. Carlos Carvalhas foi líder do partido de 1992 e 2004, ano em que é escolhido Jerónimo de Sousa.

Em Portugal já morreram 14.557 pessoas dos 770.502 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.341.496 mortos no mundo, resultantes de mais de 106,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+