Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

NRP Mondego. Defesa dos 13 militares acusados quer a reconstituiçao dos factos

26 jul, 2023 - 06:58 • Liliana Monteiro

Os advogados que representam os militares querem ainda que seja realizada uma avaliação ao navio por um perito independente.

A+ / A-

A defesa dos 13 militares acusados no caso do navio Mondego quer a reconstituiçao dos factos que ocorreram a 11 de março e que levaram a embarcação a ficar me terra sem cumprimento da missão atribuída.

Os advogados que representam os militares querem ainda que seja realizada uma avaliação ao navio por um perito independente, sem dependência hierárquica do almirante Gouveia e Melo, além de acesso à lista de chamadas realizadas naquele dia de e para o comandante do NRP Mondego.

A resposta da defesa às acusações foi já entregue junto do processo disciplinar que decorre na Marinha. A defesa alega nulidade na acusação e violação do direito de audiência dos militares que na acusação ficam sem saber qual a sanção sugerida no processo de que são alvo.

A defesa dos militares desmonta os factos apresentados pela Marinha e sublinha que, entre outros aspectos, no dia 11 de março o comandnate do navio falou com a guarnição em voz baixa, quase a chorar, dizendo que não se sentia seguro para sair para o mar devido às condições da embarcação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+