Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

​Professores. Provedora de Justiça defende um novo regime de mobilidade por doença

29 mar, 2023 - 21:41 • Fátima Casanova

Maria Lúcia Amaral enviou uma recomendação ao Governo para que aprove “um novo e apropriado regime de proteção dos docentes na doença”.

A+ / A-

A Provedora de Justiça, Maria Lúcia Amaral, defende um novo regime de mobilidade por doença dos professores.

Numa recomendação enviada ao Governo (leia aqui em formato PDF), Maria Lúcia Amaral sugere que a carga letiva seja adequada ao estado de saúde do docente.

Ao mesmo tempo, a Provedora de Justiça defende que seja atualizada a lista de doenças que permitem a mobilidade e que seja encontrada uma solução para os atrasos na emissão dos atestados médicos de incapacidade multiuso (AMIM).

Maria Lúcia Amaral diz ainda esperar que as recomendações sejam tidas em conta pelo Governo no âmbito da negociação em curso com os sindicatos e que possam ter efeitos já no próximo concurso de mobilidade por doença.

A recomendação surge na sequência das "muitas queixas recebidas sobre o regime de mobilidade por doença e da auscultação feita ao Governo em outubro de 2022 sobre a matéria, que não mereceu resposta", adianta a Provedoria de Justiça.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Digo
    30 mar, 2023 Eu 07:46
    Pena é que seja um mero órgão consultivo com tanto poder como a sociedade protetora dos animais...

Destaques V+