Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Gouveia e Melo enfrenta manifestantes."O negacionismo e o obscurantismo é que são os verdadeiros assassinos"

14 ago, 2021 - 23:29 • André Rodrigues , João Carlos Malta

O vice-almirante elogiou os jovens que se foram vacinar, ao mesmo tempo que disse não temer aqueles que contra ele protestaram e o insultaram.

A+ / A-

Veja também:


O coordenador da task-force visitou esta noite o centro de vacinação de Odivelas, onde decorre a iniciativa de vacinação de jovens de 16 e 17 anos até à 01h00, com animação e djs. A iniciativa ficou marcada por um incidente com um grupo de manifestantes anti-vacinas.

À chegada, o vice-almirante foi recebido por um grupo que gritava palavras como "genocídio" e "assassino".

Em declarações aos jornalistas, Gouveia e Melo desvalorizou o acontecimento, mas alertou para os riscos do obscurantismo.

"O negacionismo e o obscurantismo é que são os verdadeiros assassinos. Morreram mais de 18 mil pessoas em resultado desta pandemia, e a pandemia é que é a verdadeira assassina. O obscurantismo é que pode ajudar a pandemia e e,u pelo contrário, estou aqui para ajudar as pessoas. Esta pandemia é perigosíssima e nós não devemos ter medo de ninguém", disse o vice-almirante.

Nestas declarações em Odivelas, Gouveia e Melo anunciou ainda que, até ao momento, mais de 102 mil jovens entre os 16 e os 17 anos foram vacinados contra a Covid-19.

"Já se apresentaram mais de 102 mil jovens, o que acho que é um dado muito positivo", disse.

E de seguida enfatizou que estes jovens deram uma prova de maturidade que contrasta, na opinião de Gouveia e Melo, com o conjunto de pessoas que se manifestou contra a vacinação.

Quanto ao grupo etário dos 12 aos 15, a "task force" regista mais de 152 mil pedidos de autoagendamento. Estes jovens vão ser vacinados nos próximos dois fins de semana.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • EU
    15 ago, 2021 PORTUGAL 21:00
    Pelo que ouvi ONTEM do Senhor Contra Almirante, pelo que OUVI através do SOM das Televisões e pelo que LEIO neste espaço RR, apenas digo o seguinte; é isso mesmo Senhor Contra Almirante, um Militar, não tem MEDO, seja qual for a SITUAÇÃO. Já agora, que me lembrei, depois da TASK FORCE terminada, o ESTADO deve colocar este Senhor no COMANDO da PSP/GNR. Se quiserem PORMENORES, estou disponivel.
  • Maria
    15 ago, 2021 Palmela 17:05
    Portugal inteiro sabe que se morre de corona mesmo vacinado ! Porque razao existe este brutamontes camuflado ?
  • Ivo Pestana
    15 ago, 2021 Funchal 13:01
    Burros que não sabem o que é uma vacina. Muitas doenças estão controladas no mundo, devido a existir vacinas. Querem tempo de antena e algum protagonismo. Insensatos, deviam ser inquiridos pelo MP, por atentado à saúde pública...ai se fosse na China ou Tailândia.
  • Maria
    15 ago, 2021 Palmela 08:54
    Eu e que devia ser policia" deixava as pessoas baterem no brutamontes a vontade! Os policias tambem tem filhos!
  • Maria
    15 ago, 2021 Palmela 08:34
    Entretanto o comandante chefe das forcas armadas" olha pra isto e nao faz nada!
  • Maria
    15 ago, 2021 Palmela 08:24
    Este brutamontes empurrou uma rapariga de rabo de cavalo!
  • Bruno
    14 ago, 2021 aqui 23:08
    Há gente que teima em viver na Idade Média. São os Taliban no Afeganistão e os negacionistas na Europa e EUA.

Destaques V+