Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Vacinação de jovens. DGS atualiza informações esta terça-feira

10 ago, 2021 - 08:34 • Marta Grosso

Graça Freitas fará a comunicação ao país juntamente com Luís Graça, membro da Comissão Técnica de Vacinação Covid-19.

A+ / A-

A Direção-Geral da Saúde (DGS) atualiza nesta terça-feira as informações sobre a vacinação dos jovens entre os 12 e os 15 anos.

De acordo com a nota enviada à Renascença, a comunicação ao país está prevista para as 12h00 e será feita pela diretora-geral, Graça Freitas, ao lado da qual estará o Professor Luís Graça, membro da Comissão Técnica de Vacinação Covid-19.

Até agora, a vacinação da faixa etária entre os 12 e os 15 anos tem estado limitada a jovens com comorbilidades associadas – nomeadamente, cancro ativo, diabetes, obesidade, insuficiência renal crónica, imunossupressão, necessidade de transplantação e ainda doenças neurológicas (como paralisia cerebral e distrofias musculares), perturbações do desenvolvimento (Trissomia 21 e perturbações do desenvolvimento intelectual grave e profundo).

A doença pulmonar crónica, doença respiratória crónica, como asma grave, e fibrose quística também estão entre as prioritárias.

Apesar da indicação da DGS do passado dia 1 de agosto, o arquipélago da Madeira começou a vacinar os jovens com 12 ou mais anos. À Renascença, o presidente do Governo Regional considerou “bizantina” a polémica criada no continente e a postura assumida pelo Governo central, considerando “penoso que os decisores políticos não tomem decisões e fiquem à espera de ouvir toda a gente, que é uma forma cómoda de não assumir responsabilidades”.

Na mesma direção foi o diretor regional de Saúde da Madeira, Herberto Jesus, que à Renascença afirmou que “os vírus adoram países com muitos peritos, porque demoram muito tempo a decidir”.

A favor da vacinação dos jovens a partir dos 12 anos tem-se manifestado também o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que no domingo aludiu a uma razão de “natureza educativa” para ter estes jovens vacinados: “evitar que o próximo ano letivo seja parecido com o que foi o anterior, em que um aluno contagiado significou a turma toda para casa”.

Também defensor da vacinação desta faixa etária, o coordenador da “task force” desejou, na Renascença, que as autoridades de saúde tomassem uma decisão “rapidamente”.

Segundo Gouveia e Melo, 85% é a percentagem-chave de população vacinada para o país atingir a imunidade de grupo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • António dos Santos
    10 ago, 2021 Coimbra 10:00
    Este Luís Graça e a comissão de acompanhamento, são os peritos da tanga, que andam na DGS a chular o país?

Destaques V+