Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Polícias agredidos em Oeiras afastaram agressores com disparo para o ar

16 jul, 2021 - 16:43 • Lusa

Segundo a PSP, dois polícias à civil fiscalizavam uma viatura suspeita no bairro dos Barronhos, quando foram abordados por um homem, referenciado noutras situações criminais.

A+ / A-

Dois polícias foram cercados e agredidos na terça-feira por 20 a 30 pessoas quando estavam a deter um homem num bairro de Oeiras (Lisboa), tendo disparado para o ar para dispersar o grupo, anunciou esta sexta-feira a PSP.

Segundo a PSP, dois polícias à civil fiscalizavam, cerca das 22h30 de terça-feira, uma viatura suspeita no bairro dos Barronhos, em Oeiras, quando foram abordados por um homem, referenciado noutras situações criminais, que, "sem motivo aparente, começou a injuriar e a empurrar os polícias".

Os dois agentes detiveram o homem, que "começou a gritar, chamando outros familiares e habitantes do bairro", acrescentou a PSP.

Os polícias foram então cercados por um grupo de 20 a 30 pessoas que arremessou garrafas e pedras contra os agentes para tentar libertar o detido.

"Quando um dos polícias se encontrava a encaminhar o detido para viatura policial foi violentamente agredido com pontapés nas costas, pelo que, perante este cenário, o outro polícia empunhou a arma que tem distribuída pela PSP, efetuando um disparo para o ar por forma a fazer cessar aquela agressão grave e ilícita e dispersar o grupo de agressores", explicou a PSP, numa nota, salientando que o disparo não provocou "danos ou ferimentos a terceiros e surtiu o efeito desejado, tendo o grupo dispersado".

Os agressores não foram detidos, "mas encontram-se identificados e referenciados", estando "a ser ultimadas as diligências processuais necessárias" para que o caso seja entregue ao Ministério Público de Oeiras, afirmou a PSP.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+