Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19. Concelho do Porto recua no desconfinamento

01 jul, 2021 - 16:51 • Redação

Entre as restrições, destaque para "a limitação de circulação na via pública a partir das 23h00".

A+ / A-

Veja também:


O Porto é um dos concelhos que vai recuar no desconfinamento, decidiu esta quinta-feira o Conselho de Ministros.

Entre as restrições, destaque para "a limitação de circulação na via pública a partir das 23h00". De acordo com a nota do Governo, o teletrabalho passa a ser "obrigatório quando as funções o permitam".

Os restaurantes, cafés e pastelarias encerram às 22h30 e passam a ter, no interior, um máximo de seis pessoas por grupo, e dez pessoas no exterior, enquanto que espetáculos culturais também passam a ter de funcionar apenas até às 22h30. O comércio a retalho tem de encerrar às 21h00.

O Porto entra no mapa de concelhos de risco e é dos poucos a integrar a lista na zona Norte, para além de Paredes de Coura e Braga.

No total, os concelhos com risco elevado são agora 26: Alcochete, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Avis, Braga, Castelo de Vide, Faro, Grândola, Lagoa, Lagos, Montijo, Odemira, Palmela, Paredes de Coura, Portimão, Porto, Rio Maior, Santarém, São Brás de Alportel, Sardoal, Setúbal, Silves, Sines, Sousel, Torres Vedras e Vila Franca de Xira.

O crescimento "muito acentuado" do número de novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 a Norte, com "incidência no Porto e arredores", indica ter havido um "fenómeno de supertransmissão", nomeadamente os festejos do São João, revela Óscar Felgueiras, especialista em epidemiologia da Universidade do Porto.

"Tudo indica ter havido um fenómeno de supertransmissão na semana passada com especial incidência no Porto e arredores", afirmou Óscar Felgueiras, apontando os festejos da noite de São João (de 24 para 25 de junho) como a possível data de ocorrência.

Portugal registou, esta quinta-feira, mais cinco mortes e 2.449 novos casos de Covid-19, indica o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.

É o segundo dia consecutivo com mais de duas mil infeções e Portugal continua na zona vermelha da matriz de risco, mas sem aumento da incidência e do Rt.

Nos hospitais há 509 pessoas internadas, mais cinco em relação a ontem. Em unidades de cuidados intensivos estão menos sete pessoas internadas, num total de 113.

[Atualizado às 17h59]

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+