Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Pandemia

Covid-19. Maiores de 50 anos já podem agendar vacina através da internet

27 mai, 2021 - 21:40 • Lusa

Coordenador da "task force" anunciou que Portugal vai receber, ainda esta semana, mais de um milhão de vacinas e que a vacinação vai entrar em ritmo acelerado em todo o país.

A+ / A-

Veja também:


O autoagendamento da vacinação contra a Covid-19 está disponível, a partir de esta quinta-feira, para pessoas a partir dos 50 anos no portal na Internet da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A possibilidade de as pessoas acima dos 50 anos poderem fazer a sua marcação para toma da vacina ficou disponível pouco depois das 21h00.

Na sequência da fase 2 do plano de vacinação e de uma maior disponibilidade de vacinas em Portugal, o portal destinado ao autoagendamento entrou em funcionamento em 23 de abril, contemplando agora as pessoas acima dos 50 anos, depois de ter sido aberto para utentes com 65, 60 e, mais recentemente, de 55 anos.

Portugal vai receber mais de 1,4 milhões de vacinas contra a Covid-19 nos próximos dias, que permitirão acelerar o processo de vacinação de três escalões etários em paralelo, disse na quarta-feira à Lusa fonte da "task force" que coordena a logística.

Estas 1.446.000 vacinas que chegam ao país esta semana e na próxima representam cerca de 25% do total de 5.728.470 doses entregues a Portugal desde que arrancou o plano de vacinação, em 27 de dezembro de 2020.

A "task force" que coordena o plano de vacinação pretende, na semana de 6 de junho, começar a vacinar a faixa etária dos 40 aos 49 anos e, na semana de 20 de junho, o grupo dos 30 aos 39.

Dados do Ministério da Saúde indicam que, até terça-feira, tinham sido administradas em Portugal continental mais de cinco milhões de vacinas, sendo cerca de 3,5 de primeiras doses e mais de 1,5 de segundas tomas.

Em Portugal, morreram 17.022 pessoas dos 847.006 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+