Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

PSP anuncia operação robusta e contingente "enormíssimo" para a final da Liga dos Campeões

27 mai, 2021 - 11:14 • Redação

PSP deu parecer, mas os locais das "fanzones" ainda estão por definir. Subintendente Cardoso da Silva sublinha a relevância de distinguir adeptos de turistas. Trânsito na zona do Estádio do Dragão condicionado entre as 20h00 de sexta-feira e o final do jogo entre Chelsea e Manchester City.

A+ / A-

A Polícia de Segurança Pública (PSP) tem preparada uma operação "robusta" com um contingente "enormíssimo" de agentes para garantir que, fora do campo, a final da Liga dos Campeões, que se realiza no sábado no Estádio do Dragão, no Porto, seja um sucesso.

Está definido um "triângulo operacional", entre Aeroporto Francisco Sá Carneiro, centro da cidade e estádio, em que a PSP, detalha o subintendente Cardoso da Silva, procurará agira sob o signo de cinco vetores: "receber, acolher, acompanhar, monitorizar e informar".

"Isso não coloca em causa qualquer intervenção mais enérgica que seja necessária (...) Há um conjunto enormíssimo de polícias [destacados]. Teremos um policiamento robusto para este evento", acrescenta.

A final entre Chelsea e Manchester City será presenciada por 16.500 adeptos, no Dragão, mas é esperada a presença de muitos apoiantes das equipas na cidade, sem bilhete para o jogo. Esses adeptos sabem, desde já, que não terão possibilidade de aceder à zona do estádio, uma vez que a PSP vai determinar "três perímetros de segurança, junto ao estádio, com acesso exclisivo para pessoas portadores de bilhete".

"A partir das 20h00 de sexta-feira há condicionamento total do trânsito até depois do final do jogo", informa o subintentende Cardoso da Silva, em conferência de imprensa promovida, esta quinta-feira, no Porto.

Distinguir o adepto do turista

Num período com restrições, devido à pandemia de Covid-19, mas já de fronteiras abertas, nomeadamente com o Reino Unido, a PSP considera relevante "não confundir o turista na cidade com o adepto".

"As fronteiras estão abertas, os cidadãos ingleses têm permissão para viajar para Portugal. Vimos de um momento difícil para todos. A cidade e o país estão a abrir-se a pouco e pouco. As questões relacionadas com a Covid estão em cima da mesa. Utilizando uma linguagem da Proteção Civil, não estamos na fase do rescaldo. Estamos numa fase com alguns reacendimentos e estamos atentos", diz.

Sem abordar o conceito de "bolha", porque "não faz parte do léxico operacional", a PSP está preparada para encaminhar os adeptos para duas zonas distintas da cidade, onde deverão ser criadas duas "fanzones".

Neste momento, no entanto, a localização desses espaços ainda não está fechada: "O que está previsto é que haja dois locais na cidade para concentrar os adeptos. A PSP deu o seu parecer e estamos a aguardar pela confirmação, ou não. Sfor determinado que têm uma zona de acolhimento, serão encaminhados para aí. A PSP está a aguardar decisão das autoridades competentes".

No sábado de manhã a atenção estará centrada no aeroporto, com a previsão de chegada de cerca de 80 voos. Se for necessário, a Polícia "fará alguma segregação dos adeptos e encaminha-os para a cidade".

A operação é de alto nível de complexidade, sublinha o subintentende Cardoso da Silva, que, a título de exemplo, informa que será necessário estacionar 100 autocarros de adeptos do Manchester City e 80 da adeptos do Chelsea, nas imediações do Dragão.

A final da Liga dos Campeões está marcada para sábado às 20h00. As portas do Estádio do Dragão abrem às 17h00. Os condicionamentos naquela área começarão a ser sentidos já a partir das 20h00 de sexta-feira.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+