Tempo
|
A+ / A-

Câmara da Régua avança com novos testes à Covid-19

14 jul, 2020 - 16:49 • Olímpia Mairos

Vão ser testados funcionários e utentes das instituições particulares de solidariedade social, com valências de creche e lares de terceira idade.

A+ / A-

Veja também:


A Câmara Municipal do Peso da Régua avança, a partir desta terça-feira , com novos testes à Covid-19 nas instituições particulares de solidariedade social, com valências de creche e lares de terceira idade.

Desta forma, “será possível manter a monotorização permanente do estado real em que se encontram os utentes e os funcionários destas instituições”, refere a autarquia em comunicado.

Os testes continuarão a ser feitos por amostragem indicada pelas instituições.

De acordo com a autarquia, “esta estratégia proativa tem possibilitado sinalizar casos com resultado positivo e, por conseguinte, identificar focos de infeção e agir em conformidade, por forma a reduzir o impacto do contágio no concelho e minimizar a propagação do vírus”.

O conhecimento da realidade do concelho, defende o presidente da autarquia, José Manuel Gonçalves, “é fundamental para saber como agir, adequar as respostas existentes às necessidades reais das pessoas e, sobretudo, proteger todos os que dependem do trabalho coordenado pela Câmara Municipal, com as autoridades de saúde e outras entidades eventualmente envolvidas”.

“A nossa maior obrigação e, por conseguinte, prioridade absoluta, continua a ser cuidar das nossas gentes e acautelar a saúde de todos”, realça o autarca.

A autarquia da Régua alerta ainda os cidadãos para a necessidade de se manterem vigilantes perante uma pandemia que ainda não está debelada.

“Não é tempo para baixar os braços, mas, sim, para agir em absoluto respeito pela saúde dos outros e em cumprimento escrupuloso das orientações da Direção-Geral de Saúde”, alerta a autarquia reguense.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+