Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

​Mais de 180 bicicletas partilhadas Gira roubadas entre junho e agosto em Lisboa

30 ago, 2019 - 17:32

Com a cooperação da PSP, foram recuperadas esta semana três bicicletas furtadas, num valor de 2.420 euros.

A+ / A-

A EMEL - Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa anunciou esta sexta-feira que foram roubadas 189 bicicletas partilhadas da rede Gira na capital portuguesa, entre junho e agosto, assinalando 54 tentativas de furto durante o mesmo período.

Em declarações à agência Lusa, fonte da EMEL esclareceu que as tentativas de furto de bicicletas provocaram danos nos equipamentos, estando ainda por localizar 13 das 189 bicicletas roubadas.

Num comunicado, a empresa acrescentou que, com a cooperação da PSP, foram recuperadas esta semana três bicicletas furtadas, num valor de 2.420 euros.

Além das bicicletas, a EMEL tem verificado danos em parquímetros e nas docas da rede Gira.

De acordo com a empresa, as docas mais danificadas são as de Campo Grande, Entrecampos, Cais do Sodré e Jardim de Santos.

Sobre o vandalismo em parquímetros, a EMEL anotou que é uma situação que dura "há bastante tempo" e normalmente ocorre nos aparelhos mais antigos.

"O vandalismo aos parquímetros dura há bastante tempo, há anos... É recorrente nos mais antigos, desde que foram instalados. São os parquímetros mais vulneráveis", salientou fonte da EMEL, realçando que "as pessoas metem papéis no sítio das moedas", o que encrava os equipamentos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+