Tempo
|
A+ / A-

Violência doméstica

Homicida de Amarante capturado em Felgueiras fica em prisão preventiva

05 jun, 2019 - 08:51 • Redação com Lusa

Empresário de 48 anos matou a tiro a ex-amante e o companheiro em plena via pública.

A+ / A-

A Renascença apurou que o suspeito de um duplo homicídio em Amarante foi detido pela PJ esta quarta-feira, cerca das 7h30, na zona de Felgueiras onde residia. O homem estava em fuga desde a semana passada.

Uma nota da Polícia Judiciária revela que o detido, um empresário de 48 anos e sem antecedentes criminais, vai ser presente à autoridade judiciária para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação.

Os crimes aconteceram a 28 de maio, às 13h15, em plena via pública, em S. Gens, no concelho de Amarante.

Segundo a PJ, na ocasião, "após ter efetuado ação de vigilância a espaço frequentado pelas vítimas, o arguido, munido de uma espingarda caçadeira, efetuou dois disparos que provocaram a morte do casal".

O homem, de 46 anos, proprietário do estabelecimento que fica junto à EN 15, foi baleado na cabeça e morreu no local. Quanto à mulher, de 38, ficou gravemente ferida no tórax, entraria em paragem cardiorrespiratória, acabando por não resistir aos ferimentos já no Hospital São João, no Porto, para onde foi transportada pelo INEM.

Presente ao tribunal de Marco de Canaveses, o juiz a cargo do processo ordenou a prisão preventiva do suspeito por violência doméstica, informou entretanto a GNR.

Segundo a autoridade policial, o homem foi detido por ter violado a pena suspensa de dois anos e nove meses a que tinha sido condenado, com proibição de contactos por qualquer meio com a vítima e de afastamento de residência.

Segundo a autoridade, foi dado cumprimento a um mandado de detenção pela continuidade da prática de violência sobre a vítima, uma mulher de 48 anos que sofria de violência psicológica.

No comunicado da GNR refere-se que a vítima chegou a ser ameaçada de morte na presença dos filhos, mesmo após terem sido aplicadas as medidas de coação.

[Atualizado às 16h20]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Rui Sezinando
    05 jun, 2019 Amarante 08:57
    Homicida? Têm a certeza? Já houve trânsito em julgado de sentença?

Destaques V+