Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Já é possível apresentar queixas online contra polícias

26 fev, 2019 - 17:52 • Celso Paiva Sol com Redação

Os cidadãos que se queiram queixar de profissionais da PSP, GNR, SEF, Proteção Civil ou Autoridade de Segurança Rodoviária, podem fazê-lo a partir de hoje no site do IGAI.

A+ / A-

A partir desta terça-feira, as queixas contra polícias (e outros profissionais tutelados pela Administração Interna) já podem ser feitas online.

Para assinalar o seu 23.º aniversário, a Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI) renovou o site do organismo e incluiu essa novidade, a queixa online.

Mantêm-se as anteriores modalidades – carta, e-mail ou presencial – mas, agora, os cidadãos que se queiram queixar de profissionais da PSP, GNR, SEF, Proteção Civil ou Autoridade de Segurança Rodoviária, podem faze-lo também no site da IGAI.

Para o efeito, basta preencher o formulário – que também tem uma versão em inglês –, com a vantagem de ter uma versão para telemóveis e disponibilizar o comprovativo da apresentação da queixa.

A IGAI recebe uma média de 800 queixas por ano, na sua maioria contra elementos da PSP e da GNR, de onde se destacam as ofensas à integridade física e os comportamentos incorretos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • joao santos
    01 mai, 2021 setubal 23:40
    quero manifestar o meu descontentamento da actuação da policia de segurança publica de Setúbal esquadra da bela vista tive necessidade de participar de um individuo portador de um cão de raça perigosa Pitbull informei pormenores da ocorrência morada do individuo conclusão vieram há minha residência identificar-me até ai tudo certo a residência do dono Pitbull ninguém foi o mesmo continua a passear o seu Pitbull sem açaime e com uma trela de 02 metros tranquilo existem outros donos de Pitbull no meu bairro nas mesmas condições até afirmam que as autoridades não fazem nada a Lei não se aplica pergunto que tipo de policia existe neste país só quando acontece desgraças é que a policia aparece qual a finalidade do dinheiro dos nossos impostos??? outra situação tenho um vizinho que não respeita quem vive no prédio não tem ocupação profissional conhecida e tem por habito de utilizar o seu apartamento para convivi-os com musica alta durante várias horas do dia inclusive após as 22.00 como a lei diz que não é permitido pessoalmente não concordo porque trabalho por turnos e muitas vezes tenho de dormir de dia para poder estar de serviço há noite trabalho com farda em segurança privada mas ninguém respeita nem a lei tão pouco prevê que as pessoas trabalham em horários diferentes infelizmente perdemos todos os valores morais ao fazer uma denuncia de barulho excessivo cerca das 00.00 horas de 01-05-2021 para dia 02-05-2021 fiquei admirado da PSP me bater a porta para me identificar
  • Adérito
    27 fev, 2019 Sintra 21:02
    No minimo ridiculo...la vao os agentes de autoridade, pedirem por favor aos bandidos para serem detidos, apos cometerem crimes, senao levam com uma queixa no portal espetacular do IGAI.
  • Fábio Castro
    27 fev, 2019 Lisboa 15:59
    E já agora, para quando uma APP, para denunciar a roubalheira de alguns membros do governo?????
  • me too
    27 fev, 2019 12:31
    Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados. Simples e simplex é ser quase impossível apresentar numa esquadra uma reclamação contra agente(s) da autoridade. A identificação do queixoso passa pela inconstitucionalidade (art, 35, No.5) de ter de ser identificado por um número — o NIF
  • Paulo Fernandes
    27 fev, 2019 Montijo 12:22
    Boa, esperemos que sirva pelo menos como elemento dissuasor para alguns agentes...
  • 27 fev, 2019 12:05
    Lamentável! Quando o nosso país virar um Brazil, já é tarde! Continuem a evoluir!!!!
  • Henry
    27 fev, 2019 09:25
    Realmente a IGAI quando faz anos tem grandes prendas. Têm que se lembrar de fazer também uma app para pessoas malcomportadas, mal formadas e incorrectas com as forças de segurança. Muitas não gostam delas, mas quando precisam...

Destaques V+