Tempo
|
A+ / A-

Irlanda do Norte. Polícia investiga ataques contra portuguesa com alegadas motivações racistas

13 ago, 2021 - 19:51 • Lusa

A portuguesa, que afirma que os ataques foram feitos pelo mesmo grupo, está em casa de amigos e disse que ia colocar as duas casas à venda.

A+ / A-

Uma mulher portuguesa queixou-se às autoridades de ter sido agredida e de as suas casas terem sido vandalizadas duas vezes em menos de um mês, num incidente que as autoridades estão a tratar como "racialmente motivado".

De acordo com o jornal Irish Times, que apenas identifica a vítima como "uma mulher portuguesa", o mais recente ataque ocorreu na noite de quarta-feira, sendo visível duas fotografias no artigo, uma com as janelas partidas e outra com a cozinha vandalizada.

Segundo o jornal, a casa na Avenida Woodvale, no norte de Belfast, foi atacada na quarta-feira por nove homens com máscaras e empunhando martelos, pelas 10h00 da noite.

Em declarações citadas pelo Irish Times, a portuguesa confirmou outro ataque, na Avenida Ainsworth, no oeste de Belfast, há menos de um mês, no qual foi agredida por um dos atacantes: "Ele disse-me para voltar ao meu país, só que, bem, o meu país é o Reino Unido, e se eu não fosse rapidamente todas as janelas da nossa casa iam ser partidas e isso aconteceu".

A portuguesa, que afirma que os ataques foram feitos pelo mesmo grupo, está em casa de amigos e disse que ia colocar as duas casas à venda.

"Eu vivo aqui há vários anos e tenho cidadania britânica, vivi em Inglaterra e mudei-me para a Irlanda do Norte, mas parece que não sou bem-vinda", concluiu.

De acordo com as autoridades, "o incidente está a ser tratado como um crime de ódio racialmente motivado, e as investigações estão em curso".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+