Tempo
|
A+ / A-

Governo de Espanha vai indultar independentistas da Catalunha

21 jun, 2021 - 12:43 • Redação

A medida vai ser validada no conselho de ministros de amanhã e tem como objetivo “abrir caminho à reconciliação”, anunciou o primeiro-ministro, Pedro Sánchez.

A+ / A-

O Governo de Espanha vai aprovar os indultos aos promotores do referendo pela independência da Catalunha, anunciou esta segunda-feira o primeiro-ministro, Pedro Sánchez.

A medida vai ser validade no conselho de ministros de amanhã e tem como objetivo “abrir caminho à reconciliação”, declarou.

“Não esperamos que aqueles que defendem a independência abandonem seus ideais, mas esperamos que não haja caminhos fora da lei”, disse Sánchez, citado pelo jornal El Mundo.

Nove políticos e líderes associativos catalães foram condenados por organizarem um referendo à independência da região, em 2017, que foi considerado ilegal.

As sentenças foram conhecidas em outubro de 2019. O ex-vice-presidente do governo da Catalunha, Oriol Junqueras, foi condenado a 13 anos de prisão pelos crimes de sedição e peculato.

O Supremo Tribunal espanhol impôs sentenças de 9 a 13 anos de cadeia aos diversos dirigentes políticos envolvidos no referendo para a independência da Catalunha.

Os independentistas foram, na sua maioria, condenados por crime de sedição e desvio de fundos públicos, uma decisão que afasta o crime de rebelião defendido pelo Ministério Público, que tinha penas de prisão maiores.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+