Tempo
|
A+ / A-

Explosão de carro-bomba na Somália mata três pessoas e fere oito em Mogadíscio

13 fev, 2021 - 17:46 • Lusa

O ataque foi reivindicado pelos radicais islâmicos Al-Shabab.

A+ / A-

Pelo menos três pessoas morreram e oito ficaram feridas hoje na explosão de um carro-bomba perto de um posto de controle em Mogadíscio, capital da Somália, de acordo com um oficial de segurança e testemunhas.

"A polícia perseguiu o veículo (...) depois de avistá-lo a vários quilómetros do local onde explodiu", disse Abdirahman Mohamed, oficial da força de segurança, à agência France-Presse (AFP).

Este oficial acrescentou ainda que "a polícia abriu fogo contra o veículo e perseguiu-o", o que "permitiu que muitas pessoas saíssem do caminho e limitou o número de vítimas que a explosão poderia causar".

"Segundo as nossas informações, três civis estão mortos e outros oito ficaram feridos", disse o oficial.

Testemunhas disseram que ouviram tiros e viram veículos a dispersar antes da explosão.

"A explosão foi forte", afirmou Aisha Ahmed.

"Eu estava numa loja e vi a polícia perseguir um veículo do lado contrário da estrada. Ele atingiu vários veículos e [triciclos motorizados] 'tuk-tuk' antes de explodir perto do posto de controle", referiu.

Outra testemunha, Dahir Osman, estava "num ginásio perto do local da explosão".

"Mas, graças a Deus, ouvimos o tiroteio antes da explosão. E isso colocou muitas pessoas em alerta, inclusive eu, e fugimos da área para nos proteger", disse à AFP.

O ataque foi reivindicado pelos radicais islâmicos Al-Shabab, através da sua agência de notícias Shahada, segundo o centro norte-americano de monitorização de 'sites' jihadistas SITE.

Os Al-Shabab lideram uma rebelião há anos para derrubar o frágil governo da Somália, apoiado à distância pela comunidade internacional.

Foram expulsos de Mogadíscio em 2011 pela força Amisom da União Africana (UA), mas ainda controlam grande parte da Somália, mergulhada no caos desde 1991.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+