Tempo
|
Autárquicas 2021
34,22%
148Câmaras
13,2%
72Câmaras
10,81%
31Câmaras
8,21%
19Câmaras
5,54%
19Câmaras
4,16%
0Câmaras
2,75%
0Câmaras
1,5%
6Câmaras
1,3%
0Câmaras
14,18%
13Câmaras
  • Freguesias apuradas: 3092 de 3092
  • Abstenção: 46,35%
  • Votos Nulos: 1,58%
  • Votos em Branco: 2,50%

A+ / A-

Todos os Postais de Quarentena de A-Z, por países

03 fev, 2021 - 17:52 • Filipe d'Avillez

Durante vários meses a Renascença publicou um total de 101 postais de diferentes países e realidades. Consulte aqui a lista dos países abrangidos e siga as ligações para os textos.

A+ / A-

Foram 10 meses a receber postais dos quatro cantos do mundo a relatar a forma como diferentes povos, comunidades, cidades e países estavam a lidar com a pandemia de Covid-19.

Os Postais de Quarentena da Renascença estão todos reunidos aqui, mas através desta lista pode consultar os países abrangidos, por ordem alfabética, para facilitar.

Alguns postais não eram de cidades ou países específicos, mas de realidades diferentes. Esses postais temáticos podem ser consultados no final da lista.

África do Sul – À espera de um bebé “lockdown”

Alemanha – Quatro semanas de pandemia, mas também de sol

AmazóniaDa outra margem. A pandemia vista da Amazónia

Angola – “Este ano a viagem a Portugal não será para breve”

Arábia Saudita (Meca) – Tiraram-nos o nosso “lugar ao sol”*

Arábia Saudita – Ansioso pelo regresso à velha normalidade em Ríade

Argentina – A maior quarentena do mundo

Austrália – Quando é que a Sofia vai poder abraçar a família alargada?

Áustria – Esquiar a pandemia para evitar a avalanche

Bangladesh – A Igreja na linha da frente contra a Covid no Bangladesh

Bélgica – O que mais custa são as restrições às viagens. Ver a família tornou-se uma espécie de jogo

Bermudas – “Às vezes a minha ilha parece uma cidade fantasma”

Bielorrússia - “O nosso Governo negou a existência do vírus e pediu às pessoas para não entrarem em pânico”

Birmânia – Se apanhares Covid-19 aqui e não morreres da doença, morres da culpa

BrasilSomos olhares assustados, vendo ameaças no que não se vê

Cabo Verde – A doença do desabraço

Canadá – Existirá melhor país no mundo para passar a quarentena?

Chile – O Chile sofre de um vírus há 40 anos. É a Constituição

China – “Em fevereiro os estrangeiros saíram de Wuhan. Eu decidi ficar”

ColômbiaO que vale uma vida na Colômbia?

Congo – Que vírus consegue derrotar o ébola?

Coreia do Sul – Foi estranho, a partir da Coreia, observar o ocidente a ignorar o problema do coronavírus

Croácia – Enfrentando o apocalipse com os sapatos de Santiago

Dinamarca – Dois meses e um susto mais tarde, a Primavera chegou

EgitoAguardando os turistas, entre o Nilo e a Biblioteca

El Salvador – “Depois, em fevereiro, as luzes do vulcão apagaram-se”

Escócia – O sonho de voltar a ver futebol ao vivo

EspanhaO meu herói nesta pandemia tem um nome

Estados Unidos da América – Nada como um abraço físico, em carne e osso

Etiópia – A Etiópia sonha com um 2013 livre de Covid

FalklandsAqui a pandemia é algo a que se assiste de longe, entre churrascos e corridas de cavalo

Filipinas – Impacientemente à espera dos pirilampos

Finlândia – Saudações de Helsínquia, ou Disneyworld ao anoitecer

França – O cansaço físico e mental aumenta a olhos vistos

Gâmbia – A pandemia que ameaça a “costa sorridente de África”

Geórgia – Geórgia. De bom aluno a uma pandemia importada por negligência

GréciaFé na resiliência e criatividade dos gregos

Guam – Em Guam, entre o coronavírus e os drongos

Guiné BissauCovid-19 e a cidadania ativa na Guiné

Holanda – Como é que se impõe o confinamento a 17 milhões de reis dos seus umbigos?

Hungria – “Fiquem em casa e esperem” não é opção para pais solteiros

Iémen – “E se eu morresse? Quem tomaria conta dos meus bebés?”

Índia – De mangas arregaçadas e voz afinada, numa quarentena indo-portuguesa

Indonésia – Somos uns privilegiados, a maioria das pessoas nem pensa em desinfetante

Inglaterra – Uma maré de incerteza

Irlanda – A Covid-19 ajudou a Irlanda a reencontrar a sua alma

Irlanda do Norte O vírus trouxe de volta as divisões entre Norte e Sul da Irlanda

Irão – A Covid pode fazer colapsar o regime no Irão

Iraque – Depois do Estado Islâmico os yazidis vivem agora com medo da Covid

Islândia – A Islândia vai descongelando para o Turismo

Israel – O dia mais sagrado do calendário judaico vive-se em confinamento total

Itália – “Mal sabíamos que íamos ser a porta de entrada da Covid na Europa”

Japão – Sobrevivendo ao vírus dos divórcios que arrasou o Japão

Kosovo – No Kosovo o isolamento é a dobrar e continua-se à espera de um milagre

Líbano A pandemia uniu ainda mais os libaneses

Lituânia – O desporto e os filhos ajudaram-no a salvar a sanidade mental

Luxemburgo – A redoma dourada

Postais temáticos

Ar – Tentando navegar os céus imprevisíveis da pandemia

Mar – Uma pandemia onde as vagas não têm fim

RefugiadosUma quarentena em negativo. A pandemia dos refugiados

Linha da FrenteEnfrentando o vírus com coragem, força e persistência, na linha da frente

ClausuraCom a pandemia tocámos a fome de quem não entende tanto sofrimento

*Na verdade este postal foi escrito de Lisboa, mas por um muçulmano que só não estava em Meca precisamente por causa da pandemia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+