Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Afeganistão. Dois atentados fazem pelo menos 34 mortos

29 nov, 2020 - 09:39 • Lusa

Entre as vítimas estão algumas crianças. Os ataques acontecem numa altura em que Governo e grupo extremista talibã mantêm conversações e ainda não foram reivindicados.

A+ / A-

Pelo menos 34 pessoas morreram em dois atentados suicidas no Afeganistão, que tiveram como alvo uma base militar e um líder provincial.

Na província oriental de Ghazni, 31 soldados morreram e outros 24 ficaram feridos depois de um carro armadilhado embater contra uma base de comando do exército e explodir, segundo disse um oficial do conselho de segurança nacional do Afeganistão agência de notícias Associated Press (AP), sob condição de anonimato.

O ataque também foi confirmado pelo porta-voz do Ministério do Interior afegão, Tariq Arian, embora não tenha fornecido detalhes sobre as vítimas.

No sul do Afeganistão, um carro armadilhado teve como alvo o comboio de um líder do conselho provincial em Zubal, matando pelo menos três pessoas e ferindo outras 12, incluindo crianças.

O líder do conselho provincial, Attajan Haqbayat, sobreviveu ao ataque de hoje com ferimentos leves, embora um dos seus guarda-costas estivesse entre os mortos, disse o porta-voz da polícia provincial, Hikmatullah Kochai.

Ainda não houve reivindicações sobre a responsabilidade pelos ataques.

Os atentados acontecem no momento em que representantes do Governo afegão e o grupo extremista talibã mantêm conversas face a face no Qatar, pela primeira vez, para encerrar a guerra de décadas no país.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+