Tempo
|
A+ / A-

​Legislativas 2019

Assunção Cristas reage a incidente no Porto. "Se alguém pensa que me pode condicionar, desengane-se"

02 out, 2019 - 23:42 • Redação

Líder do CDS garante que vai continuar a realizar ações de rua, depois de uma manifestante a ter empurrado durante uma arruada.

A+ / A-
Mulher tenta agredir Assunção Cristas durante arruada no Porto e é empurrada
Incidente registado pelo repórter João Cunha

A líder do CDS, Assunção Cristas, considera “inaceitável” o incidente com uma manifestante, durante uma arruada no Porto, e promete voltar aos contactos na com os cidadãos já esta quinta-feira.

“Agradeço muito as mensagens de solidariedade, apoio e preocupação que tenho recebido desde que a comunicação social deu nota de um incidente durante uma ação de campanha no Porto. Este tipo de situações é inaceitável”, escreveu Assunção Cristas na rede social Facebook.

A líder do CDS garante que não se deixará condicionar pelo incidente, em que uma manifestante que colocou as mãos em cima e a empurrou, e promete voltar às ações de rua já esta quinta-feira.

“Amanhã estarei novamente na rua para conversar com as pessoas. Se alguém pensa, qualquer que seja a motivação, que me pode condicionar com este tipo de ações, desengane-se. Continuarei a defender as ideias em que acredito. Sempre em liberdade”, sublinha.

Assunção Cristas diz que conversa com toda a gente, “de forma educada e civilizada, e não pode “aceitar este tipo de abordagens”.

“Gostem ou não de mim. Apoiem ou não as minhas ideias e as propostas do meu partido. Converso sempre com todos. Todos. De forma educada e civilizada. Por isso mesmo, não posso aceitar este tipo de abordagem, numa cidade de que tanto gosto. Também o Luís, da Juventude Popular, viu-se envolvido neste triste episódio, enquanto participava livremente numa iniciativa do partido. Uma palavra de carinho para ele”, refere a líder do CDS.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+