Tempo
|

35,42%
47 Deputados
25,24%
28 Deputados
9,05%
7 Deputados
6,37%
3 Deputados
4%
1 Deputados
3,09%
1 Deputados
1,38%
0 Deputados
1,25%
0 Deputados
1,11%
0 Deputados
5,15%
5 Deputados
  • Freguesias apuradas: 2495 de 3092
  • Abstenção: 45,06%
  • Votos Nulos: 5,44%
  • Votos em Branco: 2,48%

Total esquerda: 57Mandatos
Pan: 1Mandatos
Total direita: 34Mandatos
A+ / A-

Fundo de Tesouraria. Empresários pedem tempo ao Governo para reporem emprego ao nível de outubro de 2020

10 jul, 2021 - 14:47 • João Carlos Malta

Em causa a necessidade de ter o mesmo número de trabalhadores do que há nove neses, para aceder ao apoio à tesouraria que tem disponível 750 milhões de euros.

A+ / A-

A Confederação Portuguesa de Micro, Pequenas e Médias Empresas (CPPME) pede ao Governo que dê "um prazo razoável" aos empresários para que possam repor o número de trabalhadores que tinham em outubro de 2020. O Governo fez depender dessa condição a atribuição de apoios através do Fundo de Tesouraria.

A CPPME lembra que a criação deste fundo é uma exigência que recua a março de 2020, e que o Governo a tinha incluido no Orçamento de Estado de 2021. No entanto, esta medida vem agora com a exigência de que os empresários mantenham os postos de trabalho.

Esta estrutura associativa diz que se o Executivo não der tempo aos empresários, muitas serão as micro, pequenas e médias empresas que vão ficar de fora deste apoio.

A mesma CPPME defende ainda que este fundo, para as empresas cumpridoras, deve passar de reembolsável para apoio a fundo perdido.

O parlamento aprovou na segunda-feira, durante as votações na especialidade do Orçamento do Estado e sem votos contra, uma proposta do Partido Ecologistas Os Verdes (PEV) para a criação de uma linha de tesouraria destinada às pequenas e médias empresas.

"Até ao final do mês do primeiro trimestre de 2021, o Governo procede à criação e à respetiva regulamentação, de uma linha de apoio à tesouraria destinado a providenciar crédito a micro e pequenas empresas, dotado de um montante até 750 milhões de euros", pode ler-se na proposta dos Verdes hoje aprovada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+