Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Desemprego jovem dispara para níveis de há três anos

31 ago, 2020 - 07:59 • Redação

Números mostram que um em cada quatro jovens da população ativa, até aos 24 anos, está sem trabalho.

A+ / A-

Voltou a disparar o desemprego entre os mais jovens. Em apenas três meses regressou-se aos valores de 2017, com a taxa de desemprego jovem a estar acima dos 25%.

De acordo com o jornal “Público”, um em cada quatro jovens da população ativa dos 15 aos 24 anos está sem trabalho.

Em junho, o Instituto Nacional de Estatísticas (INE) dava conta de cerca de 81 mil jovens fora do mercado de trabalho.

É um aumento para níveis idênticos aos de alguns meses de 2009 e 2017, dois anos distintos na economia, mas parecidos num indicador: a taxa de desemprego dos jovens andava na ordem dos 23-24-25%.

“No entanto, se em 2017 o crescimento da economia embalava a descida do desemprego, hoje, como em 2009, o momento é de retração económica. Com as empresas em lay-off, as horas trabalhadas em queda e o indicador de investimento empresarial em baixa, é difícil esperar uma melhoria do mercado de trabalho pelo menos até à Primavera do próximo ano, considera o economista Francisco Madelino, antigo presidente do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP)”, pode ler-se no artigo.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+